BLOG CARLOS RIBEIRO

BLOG CARLOS RIBEIRO

domingo, 25 de março de 2012

Semana Teixeira e Sousa: Charitas lotado na palestra de Nelson Motta...


*CLIQUE EM CIMA IMAGEM PARA AMPLIAR

O Charitas lotado assistiu na sexta feira, dia 22 de março, a uma palestra marcante de Nelson Motta. Jornalista, escritor, compositor e um dos maiores estudiosos da MPB, Motta falou sobre um dos principais artistas brasileiros e tema de um dos seus livros, o cantor Tim Maia.



*CLIQUE EM CIMA IMAGEM PARA AMPLIAR

A palestra foi antecedida pela apresentação da Orquestra Choro e Aconchego, sob o comando do maestro Jessé, no Corredor Musical. A música continuou no interior do Charitas com a apresentação de Francisco de Moraes e Marquinho (voz e sax), da música “Primavera”. Em seguida Nelson Motta deu início à sua fala que contou, na plateia, com a presença ilustre da viúva de Tim Maia, Adriana Silva.

“Tim Maia era um personagem maior que a vida. Se não existisse tinha que ser inventado”, disse o escritor, que citou as diversas fases da vida “louca” de um dos maiores intérpretes do Brasil. Em meio a histórias engraçadas, que fizeram o público rir do início ao fim, Nelson definiu Tim de forma carinhosa:

- Já conheci pessoas que disseram não gostar de Roberto Carlos, mas jamais ouvi, no meio artístico, alguém dizer que odiava o Tim Maia. Por onde passou, ele deixou suas marcas – definiu.

Motta autografou livros e respondeu a perguntas do público no encerramento de sua participação na 22ª edição da Semana Teixeira e Sousa em Cabo Frio.

A programação continuou no Teatro Municipal Inah de Azevedo Mureb com a apresentação teatral da Cia. Curare e de dança com a Cia. Rosa Demarchi e Ballet Brenda Valentin.

Exposição inaugurada – Foi oficialmente aberta ontem a exposição dos 19 quadros que concorrem aos cinco prêmios da Gincana de Pintura da Semana Teixeira e Sousa. Os quadros ficarão expostos para visitação pública durante toda a Semana. Na próxima quarta-feira, dia 28, às 18h, acontece a premiação do concurso que tem como tema o livro O Filho do Pescador, primeiro romance brasileiro, escrito em 1843, e temas relacionados a ele.
Fonte: Viviane Teixeira
Fotos: César Remedy


0 comentários:

Postar um comentário