BLOG CARLOS RIBEIRO

BLOG CARLOS RIBEIRO

quinta-feira, 24 de maio de 2012

Blog Esportes


Corinthians marca aos 42 do segundo tempo e elimina o Vasco

Em contra-ataque, Diego Souza perdeu grande oportunidade de marcar aos 17 da etapa final


RIO — A partida de quartas de finais da Libertadores entre Corinthians e Vasco parecia que terminaria sem gols e iria ser decidida nos pênaltis, mas, aos 42 minutos do jogo de volta, na noite desta quarta-feira, o Pacaembu lotado explodiu. Paulinho subiu sozinho de cabeça para marcar o gol corintiano e garantir a classificação da equipe paulista para a semifinal. O time espera agora os confrontos desta quarta-feira para saber se pega Santos, Vélez Sarsfield, Univesidad de Chile ou Libertad.
O Vasco não pode reclamar que não teve chances de marcar. No segundo tempo, aos 17 minutos, Diego Souza perdeu chance incrível, em contra-ataque, cara a cara com o goleiro Cássio.
— Eu escolhi a melhor opção que achei na hora. Tirei bem, mas ele conseguiu evitar o gol. O time está de parabéns — disse o meia-atacante na saída de campo.

Quem esperava que, depois de 90 minutos sem gols, a partida iria pegar fogo já no primeiro minutos no Engenhão, se enganou. Poucas foram as boas chances de gols, mas muitas foram as faltas fortes e houve até uma grande discussão em campo, após bate-boca entre Jorge Henrique e Éder Luís, que se jogou no chão simulando uma cabeçada. Os dois levaram cartão amarelo na jogada. Mais tarde, Leandro Vuaden deu amarelo para Juninho Pernambucano.

Com a bola rolando, a grande chance do Corinthians aconteceu aos 19 minutos. Após trama no ataque, o atacante Éder Luís, que estava na área de defesa do Vasco, furou e a bola sobrou para Emerson. Ele ia marcar, mas ela resvalou em Fágner e saiu para escanteio. Aos 32, após cruzamento de Danilo, Paulinho cabeceou forte e obrigou Fernando Prass a fazer grande defesa.


 
Diego Souza perde chance

Os dois times voltam a campo sem modificações no segundo tempo. A primeira chance real de gol aconteceu aos 17 minutos, e foi uma ótima oportunidade. Após falha de Alessandro, no meio-campo, que chutou em cima de Diego Souza, o jogador do Vasco arrancou em contra-ataque sozinho, avançou até a área e, cara a cara com Cássio, chutou. O goleiro tocou na bola, que bateu na trave e saiu.

No minuto seguinte, o Vasco assustou mais uma vez. Após escanteio, Nílton cabeceou forte, no travessão. Ela subiu e saiu. Aos 24, Cristóvão Borges, que já tinha colocado Felipe no lugar do machucado Thiago Feltri, aos 5, colocou Carlos Alberto para a saída de Éder Luís. Ao mesmo tempo, no Corinthians, William substituiu Jorge Henrique.

Nos minutos finais, a torcida do Corinthians quase vibrou o gol aos 32 minutos, quando, após troca de passes de cabeça na área, a bola sobrou para Emerson que chutou forte. Fernando Prass desviu e a bola bateu na trave. Aos 42, o Pacaembu explodiu. Após escanteio pela esquerda, Paulinho subiu sozinho para marcar o gol da classificação. O Vasco ainda teve um ótima chance em bola levantada na área, que Cássio deixou passar, mas Rômulo, sozinho, cabeceou para fora. No fim, o time paulista teve o trabalho apenas de segurar o resultado e garantir a classificação para as semifinais.

0 comentários:

Postar um comentário