BLOG CARLOS RIBEIRO

BLOG CARLOS RIBEIRO

sexta-feira, 29 de junho de 2012

O inspirado e divertido texto abaixo da foto de Mario Balotelli (de autoria de Tony Gentile, da Agência Reuters) é do amigo e companheiro jornalista Carlos Leonam, em seu perfil no Facebook. Muita gente vibrou como ele.



Como dizia o Millôr, ah, essa falsa cultura !!! O imprevisível Mario Balotelli, que Nelson Rodrigues, certamente chamaria, na crônica para amanhã, de "novo Príncipe Etíope de Rancho" (o primeiro era o inesquecível Waldyr Pereira, o Didi), fez um gesto político, de negritude total, ao tirar a azzurra depois de seu segundo gol. Ficou impassível, uma estátua viva, sério, seríssimo, sem se mexer ou comemorar, nem quando os companheiros foram abraçá-lo. Afrontou os racistas de sempre e fez Hitlter, Goebells, Eichman e o resto da quadrilha torrarem ainda mais no inferno.

Não foi um desses tirar camisas tolos. Balota sabia que levaria o cartão amarelo. E daí? Quis botar para jambrar diante de arianos e eslavos. Botou.

Fonte: Blog Renato Maurício Prado

0 comentários:

Postar um comentário