BLOG CARLOS RIBEIRO

BLOG CARLOS RIBEIRO

sexta-feira, 15 de junho de 2012

Rio+20: PRF vai gravar suas ações durante a conferência para evitar denúncias de abuso de autoridade



Escolta aérea da Policia Rodoviária Federal sobrevoa o Rio: aeronaves da corporação reforçam patrulhamento dos céus durante a Rio+20



RIO - A Polícia Rodoviária Federal (PRF) vai usar câmeras de vídeo para gravar imagens de suas ações na Rio+20 para se precaver de denúncias de abuso de autoridade e outras irregularidades. Os agentes que vão atuar no grupamento de choque da PRF, treinados para conter distúrbios urbanos usando armas não letais, sem ter contato físico com manifestantes, terão, entre eles, alguns policiais com câmeras acopladas aos capacetes.

O grupo, que conta com patrulheiros de vários estados brasileiros, está sendo treinado na sede da Superintendência da Polícia Rodoviária Federal do Rio, na Rodovia Presidente Dutra. Cada um deles sofre na pele os efeitos dos produtos que vão usar no patrulhamento: recebem no rosto um spray de gás de pimenta e têm de passar por colunas de fumaça de gás lacrimogêneo, por exemplo. Entre eles há negociadores para evitar conflitos.

- Na doutrina do Choque está a garantia dos direitos humanos. Se precisarmos agir, pessoas vão se machucar e temos que estar preparados para garantir direitos sociais. Vamos usar as câmeras para que possamos confirmar a legitimidade de nossas ações - comentou o inspetor Giovanni Di Mambro, coordenador geral de Operações da PRF.
Nesta sexta-feira, integrantes da corporação fizeram uma simulação de escolta, interrompendo o trânsito na Dutra, na Linha Vermelha e no Centro da cidade. Usando motocicletas potentes e picapes, os agentes fizeram vários cercos, sempre auxiliados por patrulheiros à bordo de um helicóptero. Para minimizar o impacto no tráfego do Rio, a PRF aboliu o uso de alas (motociclistas que ficavam nas laterais dos veículos escoltados).

A operação da Polícia Rodoviária Federal para a Rio+20 nas estradas federais do Rio começou nesta semana, informou a corporação em nota. Desde terça-feira, 19 pessoas e 18 quilos de cocaína já foram apreendidos nas vias que cortam o estado.

Os motivos para as prisões incluem contrabando, porte ilegal de armas e receptação. Quatro dos presos eram também foragidos da justiça. Um homem de 27 anos, foi preso nesta quinta-feira, transportando as drogas. A apreensão ocorreu às margens da Rodovia Rio-Santos, no bairro de Mambucaba, em Paraty.

0 comentários:

Postar um comentário