BLOG CARLOS RIBEIRO

BLOG CARLOS RIBEIRO

quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Cabo Frio: Exposição do artista plástico Carlos Lima será inaugurada nesta sexta-feira, dia 10, no Charitas


Será inaugurada, nesta sexta-feira, dia 10 de agosto, a partir das 19h, no Museu José de Dome – Charitas – a exposição de pinturas do artista plástico Carlos Lima.

Carlos Alberto Alves de Lima nasceu em Mossoró (RN), em 14/03/1950. Em 1957, transfere-se com a família para Cabo Frio, onde começa a pintar em 1973, incentivado por Carlos Scliar. Realizou sua primeira exposição individual na Galeria Paulo Prado (SP) em 1975. Possui obras no Museu de Arte Moderna de Resende (RJ), na Prefeitura de Cabo Frio, no Teatro Villa Lobos, Q.G. da Polícia Militar – Brasília, no Museu de Arte Religiosa e Tradicional de Cabo Frio (RJ), IPHAN e coleções particulares.

A exposição vai até o dia 2 de setembro, de segunda a sexta-feira, das 14h às 19h, e sábados, domingos e feriados, das 14h às 20h.
Formação
Curso de Serigrafia com Dionísio Del Santo, Rio de Janeiro (RJ)
Curso de desenho da Escola de Artes Visuais do Parque Lage com Astrea Al-Jack, 1986
Curso de desenvolvimento da criatividade com Aguilar, Rio de Janeiro (RJ), em 1985.
Dos amigos:
“Carlos lima é um artista que venho acompanhando com o maior interesse há cerca de quinze anos. Suas principais manifestações eram inquietas, sensíveis; não era ainda linguagem, mas já apontavam o pintor. Ele amadureceu, encontrou-se nesse processo natural de busca interior. Suas obras se apresentam com expressão peculiar surpreendendo-nos a densidade, leves e uma reinvenção de pintura que marca um temperamento especial”.
(Carlos Scliar)
“Seu jeito de ser e fazer, seu sorriso que ilumina as palavras que não diz e gritam mansamente, em seus quadros. Carlos Lima diz com os pincéis, cada vez mais finos, cada vez mais requintados”.
(Pedro Bloch)
 
 
“A natureza nos ignora – nada muda quando rimos ou choramos. A arte, porém, humaniza. Transformadas por ela, uma árvore, uma pedra ou uma nuvem podem expressar toda a gama de nossas emoções, todo o sabor de nossa individualidade. Carlos Lima é autêntico – sua pintura nos faz entrar no clima de sua pessoa. Nela transparece a paciência que tem para decifrar, o cuidado que toma para não ferir. Admiro a qualidade de sua linha (tão sensível que lembra a dos orientais), as necessárias distorções que introduz na perspectiva, as soluções pouco usuais que encontra para a composição e a cor” (Maria Luiza Leão).
 
Fonte:  Viviane Rocha/PMCF

0 comentários:

Postar um comentário