BLOG CARLOS RIBEIRO

BLOG CARLOS RIBEIRO

sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Núcleo de Educação Ambiental de Rio das Ostras apoia horta orgânica em escola


Adilson Alves, 17 anos. 'Fico menos tempo na internet para utilizar meu tempo para pesquisas'
Adilson Alves, 17 anos. 'Fico menos tempo na internet para utilizar meu tempo para pesquisas'


O Núcleo de Educação Ambiental, administrado pela Secretaria de Meio Ambiente e Pesca e Secretaria de Educação, está apoiando um projeto inovador do Colégio Estadual Cinamomo. Cerca de 50 alunos estão aprendendo a reutilizar o lixo orgânico (aqueles que vêm do próprio alimento como cascas de legumes) produzindo adubo orgânico para plantar verduras, temperos e plantas.

Tudo começou quando a professora de biologia do colégio, Patrícia Mesquita, começou a desenvolver o projeto “Consumo Consciente”. O objetivo era abrir uma discussão entre os alunos com temas emergentes como, por exemplo, a economia de água, energia elétrica e o reaproveitamento do lixo. O debate gerou nos adolescentes a vontade de colocar em prática o que aprenderam com os temas sugeridos pela educadora.

Cerca de 350 mudas são plantadas pelos jovens com o adubo orgânico. O instrutor do Núcleo de Educação Ambiental Leandro Lima, ensina aos alunos a fazerem a compostagem, ou seja, transformar o que seria lixo em fortificante para a plantação de outros alimentos.

“O mais importante é fazê-los entender que o adubo utilizado vem da casca de cebola, cascas de legumes, pedaço de galhos, entre outros. Desta forma, os alimentos não recebem nenhum tipo de produtos químicos que atingem diretamente a saúde”, conta Leandro.

Entre as verduras e temperos são plantados alface, cebolinha verde, salsa e outros que serão utilizados na merenda produzida na escola. A jardinagem também está presente. Patrícia conta que o objetivo é, também, deixar o ambiente escolar mais bonito.

“Como é bom chegar a um local e encontrá-lo mais bonito e aconchegante. Desta forma, utilizamos o projeto para motivar a garotada a deixar o ambiente mais agradável. Por isso, estimulamos o plantio de flores e a pratica da jardinagem”, explica Patrícia.

Duas turmas do terceiro ano estão comprometidas com o projeto. Entre os alunos está Monique Vale, de 17 anos, que conta que a educação ambiental entrou num ótimo momento de sua vida e que a tem motivado contribuir cada dia a mais com a preservação ambiental.

“Ainda não escolhi minha profissão, não sei se atuarei na área ambiental. Mas o projeto do cultivo da horta orgânica aqui na escola me impulsiona a levar esta prática em todas as áreas da minha vida, seja em casa, no trabalho ou na faculdade”, conta a aluna.

Para Adilson Alves, de 17 anos, aluno e participante do projeto, colocar a mão na terra e conhecer novos processos de plantio saudável o motivou a focar sua atenção nos estudos. “Agora fico menos tempo na internet e me dedico mais à pesquisas. Estou me interessando sobre o consumo sustentável e já pratico atividades que contribuem para a preservação de nosso planeta”, conta.

Segundo uma das diretoras adjuntas, Rosângela Campanati, a participação do Núcleo de Educação Ambiental da prefeitura de Rio das Ostras foi fundamental para que o projeto fosse adiante. “Reconheço a competência da professora Patrícia que deu início ao projeto e buscou a ajuda do Núcleo. Percebo que as instruções não se baseiam apenas em plantar. É, também, o cuidado com a terra e o carinho que se dedicam a esta atividade”, relata.

O NÚCLEO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL – Com sede no Parque dos Pássaros, em Rio das Ostras, o núcleo tem como objetivo promover a preservação ambiental utilizando métodos educativos. Ele é uma parceria entre a Secretaria de Agricultura e Pesca e Secretaria de Educação. Uma de suas atividades mais conhecidas é a exposição “Natureza e Arte”, no próprio Parque.

Fonte: SECOM / PMRO

0 comentários:

Postar um comentário