BLOG CARLOS RIBEIRO

BLOG CARLOS RIBEIRO

sábado, 27 de outubro de 2012

Dica do Blog: Agenda Cultural Rio de Janeiro



RPM - De volta à ativa, banda tem lotado casas
de shows por todo o país


RPM - De volta à ativa, banda tem lotado casas
 de shows por todo o país
Paulo Ricardo, Paulo P.A., Fernando Deluqui e Luiz Schiavon | Foto: divulgação
Por Bianca Senna / Sabrina Schemberg - Astrolábio Comunicação
O RPM está definitivamente de volta aos palcos. Paulo Ricardo (baixo e voz), Luiz Schiavon (teclados), Paulo P.A. (bateria) e Fernando Deluqui (guitarra) tem esgotado ingressos em todas as cidades por onde passam e agora estão de volta ao Rio de Janeiro, no Citibank Hall, onde fazem única apresentação no próximo dia 27 de outubro de 2012
 
Os ingressos já estão disponíveis e podem ser adquiridos pela internet (www.ticketsforfun.com.br), pelo telefone 4003-5588 (válido para todo o país), nos pontos de venda espalhados pelo Brasil e na bilheteria do Citibank Hall. O show é uma realização da TIME FOR FUN.
 
A banda, conhecida por inovar na combinação do pop-rock com a música eletrônica, sobe ao palco carioca para apresentar seu mais recente CD, Elektra, lançado em dezembro de 2011 – o primeiro álbum de estúdio em 23 anos.
 
As canções inéditas se distribuem ao longo do set list. Entre elas “Muito Tudo”, escolhida para abrir o show e “Dois Olhos Verdes”, a atual música de trabalho, além de “Ela é Demais”, “Crepúsculo” e “Ninfa”.
 
Os clássicos do RPM também estão no repertório e o público poderá relembrar hits como “Rádio Pirata”, “Olhar 43”, “Alvorada Voraz” e “Loiras Geladas”. O show ainda conta com um momento acústico, onde o grupo se aproxima bastante da plateia e faz um pout-porri que começa com “Wish You Were Here”, do Pink Floyd e termina com “Easy”, do The Commodores.
 
Superprodução digna da trajetória do RPM, o show conta com uma nova cenografia de palco, com elevadores e LEDs.
 
INFORMAÇÕES - RPM

Data: 27 de outubro de 2012 | Horário: sábado, às 22h
Preços: de R$ 60,00 (inteira - nas mesas laterais) a R$ 160,00 (inteira - nas mesas setor vip)
Classificação etária: menores de 15 anos somente com a presença dos pais ou responsáveis legais.
LOCAL: Citibank Hall/RJ - (Capacidade: 3.336 lugares)
Av. Ayrton Senna, 3000 - Shopping Via Parque - Barra da Tijuca Site:
www.ticketsforfun.com.br
Telefones para informações: 4003-6464 Venda a grupos: (11) 2846-6166 / 6232
 
 
***************************************************************
 
Antonio Bokel e a Transfiguração do Rastro
 
 
Antonio Bokel e a Transfiguração do Rastro
Antonio Bokel - Mulata Blobeleza | by divulgação
Por Mônica Villela / META Companhia de Imprensa
 
Bokel vem se destacando no cenário das artes visuais carioca, reconhecido por absorver e reproduzir a estética e a linguagem das ruas. Ao lado de nomes como Joana César e Alê Souto, utiliza o espaço e caos urbano como suporte para intervenções e matéria prima para suas obras. Pinturas e esculturas entrecruzam a influência de tradições como o expressionismo abstrato norte americano e o grafite, com uma leitura lúcida do cotidiano do Rio. A agressividade estética dos estímulos da cidade, com todas as suas cores, ruídos e propagandas, são revertidos em leituras e intervenções que decantam a artificialidade de um mundo de escolhas e identidades pré-produzidas e fragmentárias.
 
Em Transfiguração do Rastro, Antonio explora as ambiguidades e contradições de sua trajetória errante, chamada (adequadamente) de rastro. Dividida em duas fases – e duas salas – a exposição explora ainda a ruptura entre dois momentos da obra do artista. Revisitando seus primeiros trabalhos - mais interessados em reagir à violência figurativa das ruas - encontramos um lado mais escuro, comprometido com intervenções urbanas, como grafite e colagens, e quadros repletos de cores e criaturas que reproduzem as deformações do real. Esse conjunto será exposto em um ambiente escurecido, destacando a negatividade como matriz criativa.
 
No segundo ambiente, uma sala branca, o foco será na produção recente, mais madura, minimalista e objetiva. O mesmo traço, o mesmo impulso criativo canalizado a partir do caos urbano, mas limpo do excesso de cores e sensações, traduzindo uma mudança na incorporação dos estímulos.
Em ambas as salas, encontramos o mesmo artista – não dividido por estilos que se sucedem, mas refletindo e estilizando o próprio fazer artístico; afirmando e, ao mesmo tempo, subvertendo a produção de sentido supostamente regular do seu tempo.
 
Em novembro, o artista e os curadores receberão o professor de história Paulo Knaus para uma mesa-­redonda com a também curadora Vanda Klabin. Na ocasião, será discutida não só a obra de Antonio Bokel, mas inclusive a conjuntura da produção contemporânea relacionada à estética urbana no Brasil.
 
Os Curadores:
 
Bruno Garcia é graduado em História, com mestrado em Sociologia pela Universidade Masarykova de Brno, República Tcheca. É pesquisador da Revista de História da Biblioteca Nacional e autor de diversos artigos sobre literatura, arte e movimentos sociais. Há mais de três anos, acompanha Bokel, escrevendo apresentações para exposições como Cruzes e Credos (2010), na Galeria Jaime Portas Villaseca.
 
Rodrigo Elias é graduado, mestre e doutorando em História pela Universidade Federal Fluminense. Professor de ensino superior e coordenador de pesquisa da Revista de História da Biblioteca Nacional, é autor de textos em diversas línguas sobre história cultural, especialmente gastronomia, cinema, teatro, arquitetura, filosofia e arte. Em 2012, participou da pesquisa para exposição permanente do Paço Imperial.
 
INFORMAÇÕES

Datas: De 28 de setembro a 02 de dezembro de 2012 | Horários: Ter a sex, das 11h às 18h / sáb, dom e feriados, das 11h às 17h
LOCAL - Centro Municipal de Arte Helio Oiticica/ Espaço Experimental
 
Rua Luís de Camões, 68 - Centro Tels: (21) 2232-4213 / 2232-2213
 
 
****************************************************************
 
 
FESTIVIDADE – III Festival da Terceira Idade 2012

FESTIVIDADE – III Festival da Terceira Idade 2012
 
 
 
by divulgação
Por JB Comunicações - Assessoria de Imprensa
  
A terceira edição do FESTIVIDADE será realizada nos dias 30 e 31 de outubro de 2012, projeto idealizado pelo medalhista olímpico Fernandão do Vôlei, reúne atividades socioculturais para um segmento da população cada vez mais exigente, que chegou à plenitude da vida com disposição de continuar usufruindo-a plenamente. O evento propõe a realização de shows, palestras, e oficinas de grupos da UnATI – Universidade Aberta da Terceira Idade, vinculados à UERJ - Universidade do Estado de Rio de Janeiro, que serão realizadas no Teatro Odylo Costa Filho e Centro Ecumênico da UERJ. Todas as apresentações e atividades do projeto terão entrada gratuita. O objetivo do projeto é a realização de ações visando proporcionar lazer cultural e maior integração do público da terceira idade. O projeto tem patrocínio do Bradesco Seguros, Apoio da Lei de Incentivo à Cultura - Ministério da Cultura.
Cultura, Lazer e Entretenimento.

As ações culturais do projeto têm como finalidade, entre outras, combater o isolamento social e cultural do idoso, causado pela falta de estímulos e programações dirigidas a esta faixa etária.
 
Através da parceria com a UnATI - Universidade Aberta da Terceira Idade e com a UERJ – Universidade do Estado do Rio de Janeiro, o projeto FESTIVIDADE propõe atividades de lazer para os participantes, sempre enfatizando o convívio social e a importância da cultura na vida do idoso.
 
O evento prevê a realização de palestras interativas sobre diversos temas, tais como: O Brasil Envelhecido: Desafios Atuais; Saúde, sexualidade, qualidade de vida e autoestima da mulher; Prevenção do Câncer de Colorretal; Envelhecimento e Representações Sociais.
 
E ainda, a realização de dois shows, no dia 30/11 – Henrique Cazes Quinteto, participação especial: Orlandivo, e no dia 31/12 – Zé Menezes Quarteto, participação especial: Áurea Martins.
 
Ações do projeto serão apresentadas em oficinas por grupos da terceira idade visando à transmissão de experiência, de conhecimento e de orientação sobre os temas abordados, deixando um legado pessoal para cada participante e permitindo o uso e aplicação destas vivências em seu dia-a-dia.
 
Com o aumento da expectativa de vida, várias gerações viverão simultaneamente, assim, torna-se necessário mudar o conceito que a sociedade tem sobre o idoso, uma vez que muitas pessoas pensam na velhice como sendo apenas uma fase de perdas e declínios, tendo uma imagem negativa sobre essa experiente fase da vida. Atualmente, vivemos uma era de transição de valores sociais e culturais associadas à terceira idade, entre outros temas.
 
O estimulo às atividades físicas contribui na melhoria do condicionamento em geral, como a flexibilidade, a circulação, a amplitude muscular e o alinhamento postural adequado, além de promover maiores níveis de consciência corporal e manter a coordenação motora, fortalecendo e equilibrando toda a musculatura que envolve a coluna vertebral, alinhando e descomprimindo tensões corporais. A aplicação destes conceitos facilita e estimula a circulação em todas as regiões do corpo, proporcionando saúde e bem-estar ao idoso.
 
As atividades podem ser consideradas de diversas formas, entre outras, como diversão e arte, seja qual for, é antes de tudo um instrumento de comunicação. Quando pessoas se propõem a representar ou cantar na presença de um público, estão antes de tudo propondo transmitir suas idéias e expressões culturais e, conseqüentemente, estabelecer um relacionamento com o público.
 
Acessibilidade:

O projeto será realizado no interior da UERJ, onde todos os prédios e anexos são preparados para receber pessoas com deficiência. Portanto, está assegurado o acesso a deficientes físicos, com rampa para cadeira de rodas, além de estacionamento para carros e vans. Agentes preparados para ajudar e orientar pessoas com deficiência estarão à disposição do público. O público estimado é de 5 mil pessoas diariamente, por serem realizadas todas as atividades na UERJ, a expectativa é atingir um grande público circulante, de todas as faixas etárias e classes sociais.
SHOWS
 
A programação artística do projeto III FESTIVIDADE reúne artistas e grupos musicais apresentando diversos gêneros da Música Brasileira: Vale conferir!
Dia 30/10 às 18h30 – Teatro Odylo Casta,filho - UERJ

HENRIQUE CAZES QUINTETO, com participação da cantor ORLANDIVO.
 
Parceiros há uma década em projetos que envolveram o resgate do Sambalanço, uma versão dançante para o Choro e a produção do incensado CD “Sambaflex” de 2007, Henrique Cazes e Orlandivo se reúnem no encontro de Choro e Sambalanço.
 
HENRIQUE CAZES QUINTETO, com participação da cantor ORLANDIVO.
Orlandivo está comemorando seus 50 anos de carreira lembrando sucessos que atravessaram décadas como “Bolinha de sabão”, “Tamanco no samba” e “Onde anda o meu amor”, dentre outros.
 
Henrique Cazes – cavaquinho
Marcello Gonçalves – violão de 7 cordas
Omar Cavalheiro – contrabaixo
Beto Cazes – percussão
Jovi Joviniano – percussão
Participações Especiais: Orlandivo
e Humberto Araújo – flauta e sax
 
Dia 31/10 às 18h30 – Teatro Odylo Casta,filho - UERJ

ZÉ MENEZES QUARTETO, com participação da cantora ÁUREA MARTINS,
 
ZÉ MENEZES QUARTETO
Um privilégio para poucos, poder comemorar 90 anos de idade e 80 anos de carreira, em plena atividade profissional, realizando shows, workshops, compondo e fazendo arranjos. Uma agenda com muitos compromissos, entrevistas e viagens, assim segue Zé Menezes, em quase um século de trabalho sempre dedicado à Música. No show, Zé Menezes estará apresentando um repertório selecionado dos seus três CDs “Zé Menezes - Autoral - Regional de Choro” (2005) ; “Zé Menezes - Autoral - Gafieira Carioca” (2007) e “Zé Menezes - Autoral - Nova Bossa” (2010).
 
Com a formação de quarteto instrumental, Zé Menezes será acompanhado por renomados músicos como Daniela Spielmann (sax e flauta), Marcello Gonçalves (violão de 7 cordas) e Beto Cazes (percussão), apresentando, seus grandes sucessos como: Nova Ilusão, Comigo é Assim, Encabulado, Abertura dos Trapalhões, Gafieirando, Gafieira Carioca, Terra Quente, entre outras composições, em diversos gêneros como bossa-nova, samba, choro, frevo, valsa, polka e baião. Sem dúvida, esta é uma oportunidade rara para apreciar o talento, a obra e os improvisos deste genial músico brasileiro, aclamado pelos críticos como “o virtuose da cordas”.
OFICINAS
 
Oficina Artística: Psicomotricidade, Corpo & Cinema

 Dia 30/10/2012 - Das 15h às 16h30min
Local: Teatro Odylo Costa, Filho – Andar Térreo da Uerj
Coordenação: Cristie Campello
 
Sinopse:

Com o tema “Oficinas: Uma Arte dos Caminhos!”

A Oficina transpassará a Psicomotricidade e seus conceitos de objeto transicional e imagem corporal. O material usado serão as fitas coloridas. Haverá uma homenagem às Oficinas de Apresentação Artísticas da UnATI.Uerj e cada grupo de idosos se utilizará de uma cor, de músicas e o movimentos corporais. O essencial é o trabalho com a alegria que vamos proporcionando aos alunos e à platéia que assistirá. O objeto transicional (as fitas coloridas) fará a ligação entre os grupos e será a transição entre a imagem corporal de cada aluno e suas relações com o público.
 
Oficina Artística: Mulheres Ciganas Suas Trovas & Poesias

 Dia 31/10/2012 – Das 15h às 16h30min
Local: Teatro Odylo Costa, Filho – Andar Térreo da Uerj
Coordenação: Theca de Castro
 
Sinopse:

Com o tema “Avós Ciganas – A Magia de Viver!”

A Oficina usará como exemplo a tradição de um povo, que sempre soube passar pelas dificuldades de cabeça erguida. Apesar de toda descriminação, mostram o quanto são guerreiros. Vieram atravessando as gerações e mantendo a força da união familiar muito forte, não se deixando contaminar com a modernização. A apresentação contará com Mulheres Ciganas, avós dançando com suas roupas coloridas entoando poesias repletas de amor, alegria, solidariedade, generosidade, respeito ao próximo e sabedoria de viver.
PALESTRAS
 
Palestra: O Brasil Envelhecido: Desafios Atuais

 Dia 30/10/2012 – Das 13h às 14h30
Local: Centro Ecumênico – Andar Térreo da Uerj
Palestrante: Renato Peixoto Veras
 
Sinopse:

 A Palestra mostrará que um modelo de atenção à saúde do idoso que se pretenda eficiente deve aplicar todos os níveis de cuidado: possuir um fluxo bem desenhado de ações educativas, promoção da saúde, prevenção e postergação de moléstia, assistência precoce e reabilitação de agravos. Essa linha de cuidados se inicia na captação e no monitoramento do idoso e somente se encerra nos momentos finais da vida, na unidade de cuidados paliativos.
 
Painel: Envelhecimento e Representações Sociais

 Dia 31/10/2012 - Das 13h às 14h30min
Local: Centro Ecumênico – Andar Térreo da Uerj
Palestrantes: Célia Pereira Caldas / Renato Peixoto Veras / Antonia Oliveira Silva / Luiz Fernando Rangel Tura
 
Sinopse:

O Painel abordará "o protagonismo da pessoa idosa no Brasil". A idéia é refletir sobre o papel do idoso na sociedade brasileira e o papel dos profissionais que atuam nesta área. Quais as melhores estratégias de inclusão social e empoderamento do idoso?
 
Palestra: Saúde, sexualidade, qualidade de vida e autoestima da mulher.

 Dia 30/10/2012 – Das 17h às18h
Local: Capela Ecumênica – Andar Térreo da Uerj
Palestrante: Elka Rodrigues
 
Sinopse:

 Demonstração de exercícios com o objetivo de manter saudável a musculatura pélvica em todas as etapas da vida da mulher, preparando o corpo para uma sensualidade prazerosa, prevenindo a queda da bexiga e do útero, bem como, problemas como incontinência urinária.
 
Prevenção do Câncer de Colorretal

 Dia 31/10/2012 Das 17h às18h
Local: Capela Ecumênica – Andar Térreo da Uerj
Palestrante: Dr. Josimo Augusto
 
Sinopse:

A Palestra abordará a importância de exames periódicos visando o cuidado com a saúde. Visto que, o câncer colorretal se destaca entre neoplasias maligna mais incidentes no brasil de no mundo. Estima-se de quase um milhão de novos casos por ano no mundo. Quando o diagnóstico é feito em estágios iniciais a cura é bastante elevada.

0 comentários:

Postar um comentário