BLOG CARLOS RIBEIRO

BLOG CARLOS RIBEIRO

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Após 16 anos de concessão a Via Lagos terá mureta central

Atenção, abrir em uma nova janela.
Miguel Jeovani e o presidente da CCR Via Lagos Marcio Roberto
Miguel Jeovani e o presidente da CCR Via Lagos Marcio Roberto


Parlamentar atuante, o deputado estadual Miguel Jeovani (PR) realizou audiências públicas na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) para discutir e cobrar a revisão da cláusula do contrato da empresa, que trata da divisória de pista.
 
Com foco na segurança dos usuários, o parlamentar ainda levou um dossiê com fotos e dados sobre o índice de acidentes na rodovia para a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), em Brasília. Em dezembro do ano passado, a CCR Via Lagos, após entendimento com o governo estadual, poder concedente, e através de parecer técnico da Agência Reguladora de Transportes (Agetransp), anunciou investimentos de R$ 120 milhões no desenvolvimento de um projeto para implantar melhorias ao longo de toda a RJ-124, com destaque para a implantação da mureta central em todo o trecho.
 
O deputado estadual Miguel Jeovani quer acompanhar de perto o andamento do projeto e esteve no dia 8 de novembro com o presidente da CCR Via Lagos, Dr. Marcio Roberto, que garantiu o início das obras de implantação da divisória de pista no prazo de 15 dias, junto com outras melhorias na estrada, como obras de alargamento das pistas em 3 metros, o reforço da sinalização e à pavimentação dos acostamentos, que são cobertos de grama em grande parte do percurso.
 
Segundo o deputado estadual Miguel Jeovani, a falta da mureta central pode ser a causa da maioria dos acidentes na estrada. “É fato que a maioria dos acidentes é gerado pela falta da divisória. A estrada tem muitas curvas e é comum, principalmente à noite, motoristas invadirem a pista contrária. Quando ocorrem estes tipos de acidentes, as chances de mortes são muito grande”, afirmou.
 
Foi o que aconteceu na noite de sexta-feira, dia 2 de novembro, quando um veículo que vinha em direção ao Rio de Janeiro atropelou uma pessoa que atravessava a rodovia, perdeu o controle da direção e chocou-se de frente contra o ônibus que seguia na pista contrária, em direção a Cabo Frio. Esse acidente provocou a morte de seis pessoas. Para o parlamentar a instalação da mureta central na extensão da rodovia tem o objetivo de evitar acidentes graves em caso de colisão frontal de veículos.
 
De acordo com o gestor de obras e conservação da CCR ViaLagos, engenheiro Nilton Velihovetchi, a rodovia conta com todos os elementos de sinalização de tráfego necessários a orientação e segurança dos usuários. Mas, devido à imprudência de alguns motoristas que cometem excesso de velocidade, a ausência da separação física das pistas ainda permite a ocorrência de acidentes graves. “Com a implantação das melhorias, a segurança ao longo de toda a rodovia vai aumentar”, diz Velihovetchi.
 
Inicialmente, a cláusula do contrato de concessão da CCR Via Lagos previa a construção da divisória somente quando a pista atingisse o fluxo de 20 mil veículos por dia. "É uma grande conquista da população do estado do Rio de Janeiro, por meio de nosso mandato como deputado estadual", assegurou Miguel Jeovani.
 
A previsão de término das obras é no final do primeiro semestre de 2014.

Fonte: Luigi do Valle

0 comentários:

Postar um comentário