BLOG CARLOS RIBEIRO

BLOG CARLOS RIBEIRO

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Royalties: Macaé confirma presença em protesto contra a redistribuição

Segundo a assessoria de imprensa da Prefeitura de Macaé, a presença da cidade na manifestação em defesa dos royalties está confirmada, na próxima segunda (26), no centro do Rio de Janeiro. Em post no site oficial da cidade, o município se declara “o mais impactado do interior do Estado por conta da exploração de petróleo”.
 
O protesto, que tem como objetivo evitar que a presidente Dilma Roussef sancione o projeto aprovado pela Câmara dos Deputados no início do mês, que muda as regras de distribuição dos royalties, vem preocupando os macaenses e autoridades políticas envolvidas com a cidade, direta ou indiretamente. Leia mais »
 
De acordo com declaração do prefeito de Macaé, Riverton Mussi, 20 ônibus serão disponibilizados para quem se interessar em ir à manifestação: “Toda a população macaense está convidada a participar do evento. Estaremos disponibilizando 20 ônibus para quem quiser ir ao protesto. Mais uma vez temos que nos unir. Não é justo que os estados e municípios produtores percam um direito constitucional. Estamos confiantes que a presidente Dilma seja justa e vete este projeto covarde da Câmara dos Deputados”, disse Mussi.
 
Lanches, camisetas, faixas e cartazes serão dados aos protestantes pela comissão organizadora. O protesto no Centro do Rio será a partir das 14h, com concentração na Avenida Rio Branco. De Macaé, os ônibus sairão às 10h, da Rua Jandira Perlingeiro, no trecho entre o supermercado Extra e o Terminal Central.
 
O movimento vai acontecer quatro dias antes do prazo final da presidente Dilma vetar ou sancionar o projeto. Oriundo do Senado e aprovado na Câmara, o projeto redistribui os royalties, inclusive de áreas já licitadas. Pelos cálculos do governo estadual significará perdas de R$ 77 bilhões aos cofres do Rio até 2020 e pode colocar em riscos eventos como Copa do Mundo, Olimpíadas e investimentos em saneamento e saúde.
 
Riverton, que também é presidente da Organização dos Municípios Produtores de Petróleo (Ompetro), convocou para o dia 27, às 10h30, no seu gabinete, uma reunião entre todos os prefeitos da Ompetro e os prefeitos eleitos dos municípios produtores para discutir as novas estratégias em busca da manutenção dos royalties.
Fonte: Ascom – Prefeitura de Macaé

0 comentários:

Postar um comentário