BLOG CARLOS RIBEIRO

BLOG CARLOS RIBEIRO

segunda-feira, 18 de março de 2013

Prefeitura reassume Terminal de Passageiros de Barcos de Cabo Frio


Representantes da secretaria de Turismo e da Guarda Marítima de Cabo Frio se reuniram na última quarta-feira (13/3), com os proprietários de embarcações do município quando discutiram sobre o ordenamento do Terminal de Passageiros de Barcos da cidade.
 
O Coordenador Executivo, Aldenir Soares proferiu sobre as intenções da nova gestão da Secretaria de Turismo de Cabo Frio, que é de estruturar os pontos turísticos da cidade, o que facilitará a venda do destino nos principais mercados emissores do Brasil e do exterior, provocando geração de divisas para o município e dinamizando a economia local.
 
- Precisamos estabelecer parcerias produtivas, modernas dentro dos princípios legais e considerando sempre o benefício de satisfazer aos nossos visitantes, disse Aldenir.
 
O comandante da Guarda Marítima, Valdemar Sérgio Guedes esclareceu que a lei 1.735/2003, aprovada pelo prefeito Alair Corrêa, que dispõe sobre o ordenamento e funcionamento dos serviços e atividades de transporte de passageiros em embarcações de turismo está sendo revisado para melhor ordenar os passeios náuticos com barcos de turismo em Cabo Frio.
- Ficou estabelecido que a gestão do Terminal voltará a ser feita pela Prefeitura, tendo a Secretaria de Turismo e a Guarda Marítima e Ambiental como responsáveis diretas. Para tanto, será discutida junto a Procuradoria do Município as legislações existentes e a necessidade de adequações, enfatizou Guedes.
 
Para o presidente da AETURNAUT CABO FRIO – Associação das Empresas de Turismo Náutico e Terrestre do Município de Cabo Frio, Alexandre da Cunha, o encontro foi bastante positivo, pois reativou o canal entre as empresas do turismo náutico e o poder público, possibilitando a discussão de projetos que venham a contribuir para a revitalização do turismo náutico, ressaltando que nos últimos anos as dificuldades foram muitas e que não só esta atividade como o de outros segmentos do empresariado também sofreu com a estagnação que se encontrava a cidade e muitos, mesmo com muito esforço, não conseguiram suportar a manutenção do seu negócio.
 
- Nesses anos sofremos a tragédia náutica em nossa região, com a sazonalidade da atividade, com o abandono do poder público, onde qualquer alteração ou projetos visando à melhoria da qualidade dos serviços não encontrava eco nas instâncias pertinentes. Mesmo com todas as adversidades, conseguimos sobreviver, o que é motivo de orgulho entre os associados.
 
Alexandre também destacou que a reunião foi muito bem conduzida, mostrando que o espaço de cooperação está novamente montado.
 
- Temos a consciência que o segmento do turismo náutico precisa de mudanças; hoje, temos a melhor organização de passeio da região, elogiada pelo secretário de Turismo de Búzios que nos honrou com sua visita, mas precisamos discutir melhorias nas opções de roteiros e no engajamento de ações ambientais, educacionais e culturais, que fortaleçam toda a cadeia turística da cidade, concluiu o presidente da associação.
 
De acordo com a lei, somente será concedida autorização para a prestação do serviço de transporte de passageiros, à empresa instalada no município proprietária de embarcação inscrita na Capitania dos Portos.
 
Estiveram presentes na reunião todos os proprietários de embarcações, além de representantes da Secretaria de Turismo, Aldenir Soares, Gilson Peres, Luane Ferreira e Vanina Navega e da Guarda Marítima e Ambiental: Comandante Guedes, Vitor Cunha (Diretor Operacional) e Marins (Chefe da Seção de Operações Marítimas).

Fonte: Telma Flora / PMCF

0 comentários:

Postar um comentário