BLOG CARLOS RIBEIRO

BLOG CARLOS RIBEIRO

quarta-feira, 31 de julho de 2013



Pastor Malafaia intimida fiéis a não denunciarem pastores ladrões



 
Um vídeo bastante polêmico foi postado nesta segunda-feira (29) no YouTube: o pastor Silas Malafaia, da Assembleia de Deus, faz uma pregação intimidadora aos fiéis. Ele pede aos crentes para não denunciarem os pastores ladrões, "pois ninguém deve se meter com os ungidos de Deus".
 
Malafaia: tenho pastores que ganham entre R$ 4 mil e R$ 22 mil
 
Silas Malafaia é uma figura polêmica: é contra o casamento gay e contra o aborto. Junto com o deputado Jair Bolsonaro é considerado um dos maiores inimigos da causa LGBT. Mas ele também tem embates com outros líderes evangélicos, como o bispo Edir Macedo, da Igreja Universal do Reino de Deus, e o apóstolo Valdemiro Santiago, da Igreja Mundial do Poder de Deus.
 
Apesar de ter ajudado o irmão, Samuel Malafaia, a se eleger deputado estadual pelo PSD carioca, ele diz que não quer entrar para a política. "Nem para o cargo de assistente de carimbador de vereador quero concorrer", disse o pastor, em entrevista ao portal iG.
 
Ele não se furtou a comentar sobre os valores movimentados pela igreja: "Na Rede TV, pago R$ 900 mil por mês. Na CNT, pago R$ 450 mil para ter o horário na programação. Malafaia também comentou sobre a remuneração dos pastores da sua igreja. "Tenho pastores que ganham entre R$ 4 mil e R$ 22 mil".
 
"Fico vendo caras que chegaram agora ao Evangelho e ficam julgando pastores na internet", diz Malafaia no vídeo. Para ele, quem calunia pastores não é crente. Segundo o líder religioso, a solução é trocar de igreja e não se meter com "quem é ladrão e pilantra".
 
Ainda de acordo com Malafaia, quem resolve enfrentar esse tipo de religioso "vai arrumar problema para a vida". "Meu irmão, isso é coisa muito séria, eu já vi gente morrer por causa disso. Não toma atitude contra pastor, não entra nessa furada", prega ele no fim do vídeo. É uma ameaça ou é apenas um aviso para evitar confusão?

 

0 comentários:

Postar um comentário