BLOG CARLOS RIBEIRO

BLOG CARLOS RIBEIRO

quinta-feira, 15 de agosto de 2013


Projeto Ciência Móvel chega a Iguaba Grande


 
O município de Iguaba Grande, na Região dos Lagos, recebeu nesta quarta-feira, dia 14, as atrações gratuitas do projeto Ciência Móvel – Vida e Saúde para Todos, uma iniciativa do Museu da Vida em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz, o Centro de Ciências e Educação Superior à Distância do estado do Rio de Janeiro (Cecierj), além da parceria da secretaria de Meio Ambiente de Iguaba. O objetivo do projeto é oferecer à comunidade, de uma forma geral, uma série de atividades interativas.
 A visitação poderá ser feita das 09h às 17h, até o próximo sábado, dia 17, quando a carreta se despede da cidade. A carreta – uma espécie de museu itinerante da Fiocruz - com os módulos interativos ficará estacionada no Ciep 457 Drº Elias Melo dos Santos, no Bairro São Miguel.

Cerca de 3.800 crianças das escolas municipais de toda a região, particulares e estaduais, além da população em geral devem participar das atividades que incluem o girotech - um simulador de exercícios como os realizados pelos astronautas da Nasa -, a bancada de microscopia, a bicicleta geradora, a pilha humana, a miniusina, a casa maquete, os tubos musicais, oficinas, exposições e multimídia. Somente hoje, passaram pelo local, um público estimado de 1500 pessoas.

O vice-prefeito de Iguaba, Rodolfo José Mesquita Pedrosa Filho, representou a prefeita Grasiella Magalhães e agradeceu a presença de todos. Ele citou ainda a fala de Steve Jobs “muitas vezes as pessoas não sabem o que querem até que você mostre a elas” exemplificando a importância do evento para a população. “O projeto é muito importante para trazer a vocês, alunos e população em geral, informações para que cada um possa interagir com a ciência e tecnologia e que ela esteja mais inserida no cotidiano de vocês, e acima de tudo, vai ser muito importante para a vida de cada um”, finalizou.

 “Muitos desses jovens não teriam condições de irem ao Instituto Oswaldo Cruz, no Rio de Janeiro. Quem sabe mostrando esse trabalho possamos ter pesquisadores, cientistas, alguém da área tecnológica de nossa cidade que tenha sido tocado por esses trabalhos que serão apresentados e um dia representem o nosso município? Esse então é o nosso principal objetivo”, afirmou a coordenadora de Fiscalização Ambiental da Secretaria de Meio Ambiente de Iguaba.

 “Esperamos que todos gostem, aproveitem e se divirtam. O nosso principal objetivo é o de levar informações sobre ciência e tecnologia às regiões mais afastadas dos grandes centros urbanos, aproximar a ciência do cotidiano das pessoas, permitindo que elas interajam com esses nossos equipamentos”, afirmou Angela Vieira, coordenadora do projeto.

A aluna do Colégio Estadual Doutor Francisco de Paula Paranhos,  Flavia Pereira Alves do Vale, de 15 anos, participou do girotech. “Foi uma experiência muito legal e eu nunca tinha participado de algo parecido. Esse projeto deveria acontecer todo mês”.

O aluno, Johnatan Teixeira, de 16 anos, estudante do Ciep 457, também falou sobre a novidade. “O projeto é muito legal, gostei muito e quero participar de todas as atividades que estão sendo oferecidas pelo Museu”.

A iniciativa busca aproximar a ciência do cotidiano dos visitantes – especialmente estudantes - oferecendo um espaço de descoberta, reflexão e encantamento, por meio de atividades que envolvem temas como a biologia, a física, astronomia e a arte. Desde o seu lançamento, há sete anos, a carreta do Ciência Móvel visitou cerca de 70 municípios e recebeu um público estimado de 450 mil pessoas. Iguaba é a 67ª cidade a receber o projeto.

O telefone para mais informações é o 22 2624 3275, ramal 208.
 
Fonte: Caroline Santana / PMIG                            

0 comentários:

Postar um comentário