BLOG CARLOS RIBEIRO

BLOG CARLOS RIBEIRO

segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Mensagem nesta SEGUNDA FEIRA para meus amigos!!!

 

Mais novo Dia


                            
 
Mais um dia lhe é dado para viver. Muitos estão sendo convocados pelo Criador para encerrarem aqui o tempo da sua peregrinaa§ao na terra. Você acordou à vida e vai vivê-la, nao porque merea§a mais do que outros, e sim porque a bondade de Deus lhe quer dar mais oportunidades para praticar o bem, amar ao seu irmão e amealhar maiores méritos para a conta-corrente da sua vida, a fim de que os seus débitos sejam muito menores do que o seu credito diante do verdadeiro Juiz. Tenha um excelente dia...

sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Divulgando Evento em Cabo Frio...

Clique na imagem para ampliar
 
A Festa mais comentada no facebook! Imperdível!
 
 
 
UVA de Cabo Frio: Ricardo Fernandes lança livro para professores de vela

 
Obra é recomendada pelo iatista Lars Grael, que esteve na solenidade de lançamento
 
 
O professor Ricardo Fernandes reuniu família, amigos e dezenas de alunos para o lançamento do seu livro “Ensinando a Velejar”, no auditório da Universidade Veiga de Almeida (UVA), em Cabo Frio, na noite desta terça-feira, 24. Com a presença dos pais, do amigo de infância Lars Grael e do coordenador do curso de Educação Física, professor Alexandre Motta, o autor realizou sessão de autógrafos da sua primeira obra, um manual para professores de vela, com o apoio da empresa de impermeabilização Sika e da editora KBR.

O iatista Lars Grael disse estar orgulhoso em poder participar desse importante momento para os esportes a vela, prestigiando o amigo de infância e colega de muitas regatas na adolescência. “O Ricardo conseguiu unir paixão, experiência como velejador e instrutor e conhecimento científico no livro, dando uma contribuição ímpar para a literatura de vela no Brasil”, destacou, citando a importância de ampliar o referencial bibliográfico neste segmento.

Aproveitando a ocasião, o medalhista olímpico ressaltou a necessidade da sociedade brasileira mudar a concepção sobre os esportes a vela, considerados de elite e pouco acessíveis. Destacando a abundância de água existente no Brasil, lembrou que os índios já praticavam a canoagem e o que falta são políticas públicas, incentivo e acesso.

Como a noite também marcou a aula magna do curso de Educação Física, Lars falou sobre o tema “Superação e Desafio”, compartilhando sua própria história, iniciando pelas dificuldades comuns vivenciadas por atletas desconhecidos, das oportunidades de um campeão olímpico, da tragédia que mudou sua trajetória e da nova forma de encarar a vida. O atleta disse que os resultados conquistados depois do acidente que causou a amputação de uma das pernas, embora menos experssivos, tem um valor muito maior, pois sua história serve de referência para outras pessoas. “Quando a gente veleja por paixão, uma utopia pode virar um sonho, e o sonho, realidade”, disse o atleta num breve resumo de sua história, sendo aplaudido de pé.

Suporte

Os pais de Ricardo Fernandes sentaram na primeira fila para prestigiar o filho. Guida Fernandes disse que sempre acompanhou os filhos e a conquista deles também é dela. “Estou orgulhosa e feliz, pois o Ricardo consolidou sua vida com o que sempre gostou de fazer”, destacou. O pai, responsável pela iniciação dos filhos nos esportes a vela, disse que viu na atividade a oportunidade de passar um tempo maior com as crianças, além de educá-las. “Para mim, a vela sempre foi um hobie, mas eles souberam aproveitar bem as oportunidades”, ressaltou.


Livro

“Ensinando a Velejar” (KBR Editora, 160 páginas, 2013), do professor Ricardo de Mattos Fernandes, pode ser encontrado na Livraria Saraiva (http://www.livrariasaraiva.com.br/produto/5282263?PAC_ID=125642) e a versão e-book está disponível pela Amazon (http://www.amazon.com/Ensinando-velejar-Portuguese-Edition-Fernandes/dp/8581801161).

Fonte: Andréa Luiza Collet
Jornalista, Diretoria Executiva de Assuntos Institucionais

UVA - Universidade Veiga de Almeida





 
 
Inscrições aberta para atividades esportivas na LBV em Cabo Frio.



A Legião da Boa Vontade (LBV) está com inscrições abertas  para atividades esportivas, como esporte de quadra, judô e capoeira destinados a crianças e adolescentes.  O Programa "Criança Futuro no Presente!" que atende crianças de 6 a 12 anos de idade e o "Programa Espaço de Convivência para adolescentes" de 12 a 17 anos, essas atividades acontecem no contra turno escolar.


 

Para mais informações o atendimento é de 8hs ás 17:00 de segunda a sexta, o endereço fica na Av. Joaquim Nogueira nº 772 Bairro: São Cristóvão telefone (22) 2648-9000.
 
Fonte: Luiz Fernandes
Assessor de comunicação/ LBV Cabo Frio
 
Mensagem nesta SEXTA FEIRA para meus amigos leitores do meu Blog, Twitter e Facebook...

Laços de afeto

 


Do poeta e escritor gaúcho Mário Quintana, encontramos uma preciosidade que fala sobre algo muito simples: um laço.




Escreveu ele: Eu nunca tinha reparado como é curioso um laço... Uma fita... Dando voltas.

Enrosca-se, mas não se embola. Vira, revira, circula e pronto: está dado o laço.

É assim que é o abraço: coração com coração, tudo isso cercado de braço.

É assim que é o laço: um abraço no presente, no cabelo, no vestido, em qualquer coisa onde o faço.

E quando puxo uma ponta, o que é que acontece? Vai escorregando... Devagarzinho, desmancha, desfaz o abraço.

Solta o presente, o cabelo, fica solto no vestido.

E, na fita, que curioso, não faltou nem um pedaço.

Ah, então, é assim o amor, a amizade.

Tudo que é sentimento. Como um pedaço de fita.

Enrosca, segura um pouquinho, mas pode se desfazer a qualquer hora, deixando livre as duas bandas do laço.

Por isso é que se diz: laço afetivo, laço de amizade.

E quando alguém briga, então se diz: romperam-se os laços.

E saem as duas partes, igual meus pedaços de fita, sem perder nenhum pedaço.

Então o amor e a amizade são isso...

Não prendem, não escravizam, não apertam, não sufocam.

Porque quando vira nó, já deixou de ser um laço!

*   *   *

Tem toda razão o poeta em sua analogia. Amor e amizade são sentimentos altruístas.

Quem ama somente deseja o bem do ser amado. Por isso, não interfere em suas escolhas, em seus desejos.

Sugere, opina, mas deixa livre o outro para a tomada das próprias decisões.

Quem ama auxilia o amado a atingir seus objetivos. Nunca cobra o ofertado, nem exige nada em troca.

Quem ama não aprisiona o amado, não o algema ao seu lado. Ama e deixa o amado livre para estender suas asas.

Assim crescem os dois, pois há espaços para ambos conquistarem.

Na amizade, não se faz diferente o panorama. O verdadeiro amigo não deseja que o outro pense como ele próprio pois reconhece que os pensamentos são criações originais de cada um.

Entende que o amigo é uma bênção que lhe cabe cultivar e o auxilia a realizar a sua felicidade sem cogitar da sua própria.

Sente-se feliz com o bem daquele a quem devota amizade. Entende que cada criatura humana é um ser inteligente em transformação e que, por vezes, poderão ocorrer mudanças na forma de pensar, de agir do outro.

Mudanças que nem sempre estarão na mesma direção das suas próprias escolhas.

O amigo enxerga defeitos no coração do outro, mas sabe amá-lo e entendê-lo mesmo assim.

E, se ventos diversos se apresentam, criando distâncias entre ambos, jamais buscará desacreditar ou desmoralizar aquele amigo.

Tudo isso, porque a ventura real da amizade é o bem dos entes queridos.

Um laço que ata... Um laço que se desata..

Aqueles a quem oferecemos o coração, poderão se distanciar, buscar outros caminhos, atravessar outras fronteiras.

Eles têm o direito de assim proceder, se o desejarem. De nossa parte, lembremos da leveza do laço e cuidemos para que não se transforme em nó, que prende e retém.

 

quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Divulgando Arte e Cultura...

 
 
 
Clique na imagem para ampliar
 
 
 
Clique na imagem para ampliar
 
 
 
Clique na imagem para ampliar
 
 
 
 
Clique na imagem para ampliar
 
 
Clique na imagem para ampliar
 
 
 
Clique na imagem para ampliar
 
 
Clique na imagem para ampliar
 
Mensagem nesta QUARTA FEIRA para meus amigos...

 
JESUS! A FONTE QUE NUNCA SECA!
 
 
“Como suspira a corça pelas correntes das 

águas, assim, por ti, ó Deus, suspira a minha 


alma.”

 

Salmos 42:1

Você já viu alguém que esta morrendo de sede "

"matar" sua sede apenas olhando para a água? 

Você já viu alguém "matar" sua sede apen
as "


sabendo" da existência da água?


Você já viu alguém "matar" sua sede apenas 


presenciando alguém bebendo água?


Não, não é mesmo?



É assim com a sede de Deus que nossas almas 

carregam...


Não basta "olharmos" para a água.


Não basta "sabermos" que essa água existe.


Não basta "presenciarmos" alguém bebendo 


desta água.


É preciso que tenhamos uma sede tal, que 


desejemos "beber" desta fonte que nunca 

seca: 

Jesus!

BOM DIA! E que neste dia, todos possamos 


transbordar da fonte desta água...


Amém!♥
 
 

terça-feira, 24 de setembro de 2013

Convite para você VÁRIOS EVENTOS e EXPOSIÇÃO DE ARTES...



Clique na imagem para ampliar
 
 
Clique na imagem para ampliar
 
 
Clique na imagem para ampliar
 
 
Clique na imagem para ampliar
 
 
Clique na imagem para ampliar
 
 
 
Clique na imagem para ampliar
 
 
Clique na imagem para ampliar
 
 
Clique na imagem para ampliar
 

Clique na imagem para ampliar
 
 
Clique na imagem para ampliar
 
Clique na imagem para ampliar
 
 
 
Clique na imagem para ampliar
 
 
Clique na imagem para ampliar
 
 
Clique na imagem para ampliar


Clique na imagem para ampliar
 
 
Clique na imagem para ampliar
 
Clique na imagem para ampliar
 
Clique na imagem para ampliar
 
Clique na imagem para ampliar
 
Clique na imagem para ampliar
 
 
Clique na imagem para ampliar
 
 
Clique na imagem para ampliar
 
 
Clique na imagem para ampliar
 
 
Clique na imagem para ampliar
 
 
Clique na imagem para ampliar
 
 
Clique na imagem para ampliar
 
Clique na imagem para ampliar
 
Clique na imagem para ampliar


 
 
Mensagem nesta TERÇA FEIRA para meus amigos leitores do meu Blog, Twitter e Facebook...


Ser ou ter...

Olá... Tudo bem???

Volto com mais uma mensagem para a nossa reflexão diária... Aliás, tudo que publico por aqui é para nossa reflexão, são mensagens que tem o intuito de fazer a gente repensar os nossos atos, refletir, colocar as idéias no lugar... E cada umas das mensagens que são publicadas aqui são escolhidas a dedo sendo assim espero sempre que eu consiga com elas fazerem vocês, meus amigos e visitantes, refletirem sobre tudo que leem por aqui.

E hoje eu deixo a seguinte pergunta pra vocês responderem após a leitura da reflexão: O que vale mais a pena na vida SER OU TER???
 




Nossa correria diária não nos deixa parar para perceber se o que temos já não é o suficiente para nossa vida.


Nos preocupamos muito em TER: ter isso, ter aquilo, comprar isso, comprar aquilo.


Os anos vão passando, quando nos damos conta, esquecemos do mais importante que é VIVER e SER FELIZ!


Muitas vezes para ser Feliz não é preciso TER, o mais importante na vida é SER.


As pessoas precisam parar de correr atrás do Ter e começar a correr atrás do SER:


Ser Amigo, Ser Amado, Ser Gente, Ser Exemplo.


Tenho certeza de que, quando SOMOS, ficamos muito mais Felizes do que quando Temos.


O SER leva uma vida para se conseguir e o Ter muitas vezes conseguimos logo.


O SER não se acaba nem se perde com o tempo, mas o Ter pode terminar logo.


O SER é eterno, o Ter é passageiro. Mesmo que dure por muito tempo, pode não trazer a Felicidade... E é aí que vem o vazio na vida das pessoas...


Por isso, tente sempre SER e não Ter.


Assim você sentirá uma Felicidade sem preço!


Espero que você deixe de cobrar o que fez e o que não fez nos últimos anos e que você tente o mais importante:



SER FELIZ hoje e sempre!!!!!

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Cabo Frio recebe o Encontro Internacional de Corais

 
 
A 27ª edição do Encontro Internacional de Corais de Cabo Frio começa nesta sexta-feira (20/9), e terá como palcos a Igreja Matriz de Nossa Senhora da Assunção e o Teatro Municipal Inah de Azevedo Mureb.

Confira a programação:

Etapa regional do Encontro:
Dia 20 (sexta-feira)
às 20h - Igreja Matriz Histórica: corais de Cabo Frio

Dia 21 (sábado)
às 20h - Igreja Matriz Histórica: corais da Região dos Lagos

Corais participantes - Coral Cantavento-Ferlagos; Coral Rainha Assunta; Coral Alegria de Viver da Terceira Idade de Cabo Frio; Coral Metodista Betel de Cabo-Frio; Coral do Hospital Municipal da Mulher, de Cabo Frio; Coral da Escola de Música Maestro Álvaro de Souza, de Barra de São João; Coral Maricanto, de Maricá; Coral da Igreja de Deus (LBV) de Araruama e Cabo Frio; Coral Infantil de Sant'Ana, de Búzios; Coral Infantil Villa Lobos, de Búzios; Coral da Cidade de Macaé.

Etapa internacional do Encontro:
Dia 26 (quinta-feira):
às 19h30min – Teatro Municipal: início da parte internacional

Dia 27 (sexta-feira):
-às 19h30min – Teatro Municipal: apresentação da metade dos corais internacionais
- às 21h - Igreja Matriz: apresentação da outra metade dos corais internacionais

Dia 28 (sábado):
- às 19h30min - Teatro Municipal: apresentação de metade dos corais internacionais
- às 21h - Igreja Matriz: apresentação da outra metade dos corais internacionais

Corais participantes - Coral Infanto-Juvenil Don Diri Don, da Polônia; Coral del IES Tomás Godoy Cruz, da Argentina; Ensamble Entrevoces, da Colômbia; Coral da PUC-RIO; Grupo Vocal Dá o Tom, do Rio de Janeiro; Conjunto Vocal Boca-que-Usa, de Niterói.

Fonte: Walter Biancardine/PMCF
Cabo Frio: Tambores Urbanos dá oportunidade de aprendizado cultural a crianças e jovens

 
 
Iniciado há seis anos no bairro Manoel Correa com apoio de toda a comunidade, o projeto “Tambores Urbanos” tem como principal objetivo retirar crianças e adolescentes ociosos das ruas para inseri-los no mundo da arte e da música.

Os jovens que se interessarem podem freqüentar aulas de percussão na Praça das Dunas, na comunidade. As aulas são lideradas pelos percussionistas Jubiabá e Ting, que abraçaram a causa e conseguiram todos os instrumentos usados para as aulas. Atualmente, o grupo se apresenta em eventos culturais dentro e fora da cidade, e com isso se tornaram referência entre os moradores da comunidade.




O grupo Tambores Urbanos têm a intenção de transformar o Parque das Dunas em um ponto turístico da cidade de Cabo Frio, fazendo com que os próprios jovens da comunidade sejam os guias do parque. Além disso, o trabalho com o grupo serve também para a velha imagem do bairro que antes era conhecido como o “lixão municipal”.

A Prefeitura de Cabo Frio, via COMSERCAF, faz toda a limpeza do bairro, retirando todo o lixo e os porcos que ali viviam, além da restauração da iluminação pública, restituindo a dignidade aos moradores daquela comunidade.

Fonte: Niedja Ribeiro
Fotos: Divulgação / Tambores Urbanos