BLOG CARLOS RIBEIRO

BLOG CARLOS RIBEIRO

quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Cabo Frio vai se tornar palco internacional da dança

 
 
Está aberta a temporada de dança em Cabo Frio. É a IX edição do Festival Internacional de Dança que terá como diva da abertura oficial (4/8), Cecília Kerche, a Embaixatriz da Dança e primeira bailarina do Theatro Municipal do Rio de Janeiro. O evento acontece de 3 a 8 de setembro, no Complexo Esportivo Aracy Machado, na rua Henrique Terra, no Portinho. A entrada é franca.
 
 
 
 
 

Com total apoio da Prefeitura de Cabo Frio, por meio da Secretaria Municipal de Turismo, o evento organizado pelo Balé Márcia Sampaio, terá seis dias de duração e será ponto de encontro de bailarinos, professores, coreógrafos e admiradores da dança. Pessoas de diversas cidades do Brasil e do exterior estarão na Cidade participando da mostra competitiva.
 
 
 

A Associação dos Profissionais de Dança de Cabo Frio – Prodança, composta pelos diversos grupos e instituições do município, em parceria com o Festival Internacional de Dança de Cabo Frio realizará apresentações no palco externo, onde o público poderá assistir apresentações de variados estilos de dança. 
 
 
 

Durante o evento acontecerá a Feira da Dança com exposições e vendas de variados artigos, disponibilizadas pelas principais marcas do mercado da dança.
 
 
 

De acordo com a turismóloga da Sectur, Luane Ferreira, a formação de plateia também está contemplada no projeto do Festival.
 
 
 

- O Festival Internacional de Dança conta com programação especial para a Rede Pública de Ensino e Projetos Especiais, em dia e horário que permita a participação das escolas, trazendo para o Ginásio milhares de alunos acompanhados de seus professores, desde a Educação Infantil ao Ensino Médio, na maioria das vezes, tendo a primeira oportunidade de assistir a um espetáculo dessa natureza.
 
 
 

 O evento tem o intuito de promover, difundir e valorizar a dança e a cultura, transformando Cabo Frio em um grande centro cultural e de divulgação da dança.
 
 
 

- Além de fortalecer a dança em nosso país, o festival divulga os grupos e academias participantes da mostra competitiva e traz como convidados grandes nomes da dança no Brasil e, conseqüentemente, do mundo, promovendo o estreitamento dos vínculos entre os amantes da dança e realiza cursos em várias modalidades.
 
 
 
 
 
 
Exposição do Livro Dança e Pós-Modernidade
 
Eliana Rodrigues Silva é Pós-Doutora pela Université de Paris VIII.  Doutora em Artes Cênicas pela UFBA, Mestra pela University of Iowa, ex-Diretora da Escola de Dança e professora do Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas da UFBA.
 
Homenageada: Ady Addor
 
Formou-se pela Escola de Dança do Teatro Municipal do Rio de Janeiro, aos dezesseis anos. Iniciou sua carreira profissional no corpo de Baile do Teatro Municipal, tornando-se logo primeira bailarina.
Aos 18 anos, também como primeira bailarina, dançou no Balé do IV Centenário, em São Paulo.

Procurando o seu aperfeiçoamento, partiu para Nova York para estudar em escolas conceituadas e foi imediatamente convidada a ingressar como solista no American Balé Theatre, sendo mais tarde promovida a primeira bailarina da Companhia. No período em que esteve no ABT, excursionou pelos Estados Unidos, Europa e Rússia.

Continuando sua carreira, foi contratada pelo Balé Nacional de Cuba com o qual se apresentou pela América Latina.

Foi convidada a ministrar aulas na Academia Interamericana de Balé de Caracas (Venezuela), iniciando assim uma nova fase em sua trajetória profissional. Desde então, atuando como professora lecionou na Escola Municipal do Rio de Janeiro, no Corpo de Baile do Teatro do Rio de Janeiro, no Balé Cisne Negro e no Balé da Cidade de São Paulo, no qual permaneceu como maître por dez anos. 

Aos 45 anos, e com toda a experiência adquirida ao longo de sua carreira, inaugurou o Studio Ady Addor.

Paralelamente, nesse período, foi diretora da Escola Municipal de Bailado de São Paulo, professora convidada para conferir cursos em diversas Escolas, palestrante em Faculdades de Dança e jurada em Festivais por todo Brasil, como o Festival de Dança de Joinville no qual fez parte do Conselho Artístico em 2004 e 2005. Atualmente ministra aulas no Balé Art em São Paulo.
 
A programação, com destaque para os convidados especiais.

3/9 (terça-feira) 
14h - PROJETO ESCOLA 
 
A “Avant-première” denominada Projeto Escola é um viés do Festival Internacional de Dança de Cabo Frio e tem como objetivo proporcionar a estudantes e educadores um espetáculo especialmente elaborado com fins educativos e culturais.

Conta com a presença de várias escolas e centenas de estudantes que tem a oportunidade de assistir  a belos espetáculos apresentados por bailarinos de diversos lugares do país.

O Projeto Escola é uma referência dentro do Festival, inclusive apresentando coreografias elaboradas por algumas escolas públicas da região.  
 
4/9 (quarta-feira)  
18h - ABERTURA OFICIAL 
CONVIDADOS
 
Balé Marcia Sampaio (Brasil)
Coreografia: Sacré Tango
Coreógrafo: Henrique Talmah 

Cecília Kerche e Moacir Emanoel (Brasil)
Coreografia: Melodia
Coreógrafo: Messerer  

19h30min - MOSTRA COMPETITIVA
 
Dança Contemporânea
(Solos, duos, trios e conjuntos) 

PREMIAÇÃO
 
Medalhas e troféus para 1º, 2º e 3º lugares
 
5/9 (Quinta-feira)
 
18h - CONVIDADA
 
Marina Duarte (Brasil)
Coreografia: Garota de Ipanema
Coreógrafo: Eric Frederic 

CONVIDADO
 
Rostislav Dzabraev (Rússia)
Coreografia: Gopak
Coreógrafo: Fedor Loukhov
Gopak é um gênero de dança oriunda da Ucrânia que se caracteriza por grandes exibições acrobáticas. 

MOSTRA COMPETITIVA
 
Estilo livre
(Solos, duos, trios e conjuntos - Infantil e Juvenil) 

PREMIAÇÃO
 
Medalhas e troféus para 1º, 2º e 3º lugares
                 
6/9 (sexta-feira) 
17h- MOSTRA COMPETITIVA
 
Clássico livre
(Solos, duos, trios e conjuntos - Infantil e juvenil) 

 
CONVIDADOS
 
Luiza Boaventura e Adriel Diniz (EUA)
Coreografia: Grand-pas-deux de “O Corsário”
Coreógrafo: Marius Petipa 

MOSTRA COMPETITIVA
 
Clássico livre
(Solos, duos, trios e conjuntos - Sênior e avançado) 

PREMIAÇÃO
 
Medalhas e troféus para 1º, 2º e 3º lugares 
                                                                                              
7/9 (sábado) 
16h - MOSTRA COMPETITIVA
 
Clássicos de Repertório
(Variações e conjuntos Infantil / Variações, pas-de-deux, pas-de-trois e conjuntos - Juvenil) 

CONVIDADOS
 
Wellington Gomes e Beatriz Póvoas (Brasil)
Coreografia: Grand-pas-deux de “La Bayadère”
Coreógrafo: Marius Petipa
Remontagem: Guivalde de Almeida 

18h30min - HOMENAGEM A ADY ADDOR   
CONVIDADOS
 
Priscila Yokoi e Alef Alber (Brasil)
Coreografia: Grand-pas-deux de “Dom Quixote”
Coreógrafo: Marius Petipa
Remontagem: Guivalde de Almeida 

CONVIDADOS
 
Marta Desperes e Mariano Balois (Argentina)
Coreografia: Apasionado
Coreógrafo: José Luis Lozano 

MOSTRA COMPETITIVA
 
Clássicos de Repertório
(Variações, pas-de-deux, pas-de-trois, grand-pas-de-deux e conjuntos - Sênior e avançado) 

PREMIAÇÃO
 
Medalhas e troféus para 1º, 2º e 3º lugares 

20h- CONVIDADOS
 
Bronx Company (Brasil)
Coreografia: Conceito
Coreógrafo: Daniel de Almeida 

MOSTRA COMPETITIVA
 
Dança de Rua
(Solos e conjuntos) 

PREMIAÇÃO
 
Medalhas e troféus para 1º, 2º e 3º lugares 
 
8/9 (domingo) 
15h- MOSTRA COMPETITIVA
 
Jazz (Solos, duos, trios e conjuntos) 

CONVIDADOS
 
Marta Desperes e Mariano Balois (Argentina) 
Coreografia: Derecho Viejo 
Coreógrafo: Mariano Balois 

Coreografia: Susú
Coreógrafos: Marta Desperes e Mariano Balois 

Coreografia: Milonga de mis amores 
Coreógrafos: Marta Desperes e Mariano Balois  

MOSTRA COMPETITIVA
 
Dança a caráter e danças populares
(Solos e conjuntos) 

Dança de Salão
(Duplas e conjuntos) 

PREMIAÇÃO
Medalhas e troféus para 1º, 2º e 3º lugares 

PREMIAÇÃO ESPECIAL (Em dinheiro)

 
GÊNEROS
 
Clássicos de repertório
Clássico
Dança contemporânea
Danças populares
Dança de salão
Dança de rua
Jazz
Estilo livre
 
Jurados:
Ady Addor (SP/Brasil)
Carlos Júnior  (EUA)
Cecília Kerche (RJ/Brasil)
Daniel de Almeida (RS/Brasil)
Edy Wilson (SP/Brasil)  °
Henrique Talmah (RJ/Brasil)
Mariano Balois (Argentina)
Marta Desperes  (Argentina)
Raul Candal (Argentina)
Rostislav Dzabraev (Rússia)
Toshie Kobayashi (SP/Brasil)
Wendel Mourige (RJ/Brasil)
 
Comentaristas de figurinos (com o intuito de aconselhar os concorrentes quanto a utilização adequada e melhoria da qualidade dos trajes utilizados em cena):
Tania Agra  (RJ/Brasil)
Úrsula Félix  (Ba/Brasil)
 
Convidados apresentando-se no palco:
Cecília Kerche (1ª Bailarina do Theatro Municipal do Rio de Janeiro) dançará ao lado de Moacir Emanuel (Bailarino solista do Theatro Municipal do Rio de Janeiro)

Marta Desperes  (Solista do “Balé Estable del Teatro Colón” -Buenos Aires-Argentina) dançara ao lado do prestigiado dançarino e coreógrafo argentino Mariano Balois apresentando coreografias de tango.

Luiza Boaventura (Bailarina brasileira que atualmente pertence ao  Alabama Balé (EUA) dançará com Adriel Diniz (Talento brasileiro atualmente no “San Francisco Balé”-EUA

Bronx Company (RS)- Cia. de danças urbanas

Pianista convidada (Para as aulas dos cursos de balé clássico: Pompéia Dutra (MG/Brasil)
 
Presenças Especiais:
 
Marisa Pivetta (SP/Brasil)- (Diretora do Passo de Arte- rede de festivais competitivos que acontecem em todas as regiões do Brasil) e organizadora da seletiva no Brasil do YAGP (Youth America Grand Prix) que tem final na cidade de Nova Iorque no início de cada ano, contando com a participação competitiva de bailarinos do mundo inteiro.

Cristina Sanches (Argentina)- Organizadora da seletiva na América do Sul (Córdoba/Argentina) do Prix de Lausanne que tem final na cidade de Lausanne/ Suíça no início de cada ano, contando com a participação competitiva de bailarinos do mundo inteiro.

Vale frisar que a bailarina MARINA DUARTE da Escola Estadual de Dança Maria Olenewa do Rio de Janeiro capital, ganhou aqui em Cabo Frio no festival de 2012 passagens aéreas e vaga para a seletiva do YAGP-Brasil e consequentemente para o YAGP-Nova Iorque que aconteceu em abril deste ano, ficou na lista final entre as melhores do mundo e foi laureada com três bolsas integrais para o “Australian Ballet School” (Austrália), “John Cranko Ballet School” (Sttutgart/Alemanha) e “Académie Princesse Grace” (Mônaco). Essa última foi a opção escolhida por Marina que partirá em setembro deste ano para trilhar um novo caminho na sua carreira.

Em outra edição do festival 02 outras alunas também foram beneficiadas com passagens aéreas e vagas na seletiva do “Prix de Lausanne” que aconteceu na Argentina e lá, uma delas conquistou todos os benefícios para participar da final que aconteceu na Suíça.
 
PREMIAÇÕES 2013
 
 Serão oferecidas duas vagas para a seletiva YAGP (Youth America Grand Prix)- Brasil que acontecerá na cidade de São Paulo em setembro de 2013 com direito a passagens aéreas subvencionadas pela Prefeitura de Cabo Frio, bem como  uma passagem aérea para Nova York, para um dos concorrentes selecionados em Cabo Frio que alcançar uma vaga para o YAGP de Nova York 2014 na seletiva Brasil; 

Serão oferecidas duas vagas para a seletiva América do Sul do PRIX DE LAUSANNE que acontecerá na cidade de Córdoba (Argentina) em setembro de 2013 com direito a passagens aéreas subvencionadas pela Prefeitura de Cabo Frio.
 
Categoria – Prêmio
 
Melhor bailarina  "Troféu Ady Addor" – R$ 2 mil
Melhor bailarino  "Troféu Ady Addor" – R$ 2 mil
Revelação – R$ 1 mil
Melhor coreógrafo(a) – R$ 2 mil
Melhor grupo de Dança Contemporânea – R$ 1 mil
Melhor grupo de Jazz – R$ 1 mil
Melhor grupo de Estilo Livre – R$ 1 mil
Melhor grupo de Clássico Livre ou Repertório – R$ 1 mil
Melhor grupo de Dança de Rua – R$ 1 mil
Melhor grupo de Danças Populares / Caráter – R$ 1 mil
Melhor grupo de Dança de Salão – R$ 1 mil
 
Fonte: Telma Flora/PMCF

0 comentários:

Postar um comentário