BLOG CARLOS RIBEIRO

BLOG CARLOS RIBEIRO

sexta-feira, 11 de outubro de 2013

Prefeitura de Búzios apresenta Toquinho neste sábado, dia 12 de outubro

 
 
Neste sábado, dia 12 de outubro, a cidade de Búzios receberá um dos destaques da Música Popular Brasileira (MPB) para celebrar os 100 anos de nascimento de Vinicius de Moraes. Conhecido pela longa parceria com o poeta, o cantor Toquinho sobe ao palco da Praça Santos Dumont, no Centro da cidade, a partir das 22h, prometendo relembrar muitos sucessos conhecidos do grande público, tais como “Aquarela” e “Tarde em Itapuã”. Gratuito, o show tem realização da Prefeitura e do SESC.

Nascido em São Paulo, no dia 6 de julho de 1946, Antonio Pecci Filho recebeu o nome que seria dotado como marca artística ainda na infância, quando a mãe o chamava de "meu toquinho de gente". Considerado um dos mais expressivos artistas da MPB, começou a se interessar cedo pela música tendo iniciado, aos 14 anos, aulas de violão com renomados mestres naquela arte. Das amadorísticas apresentações em clubes, colégios e faculdades, ainda adolescente, chegou ao profissionalismo fazendo parte de um talentoso grupo que surgiu nos anos 60, onde se incluem Elis Regina, Zimbo Trio, Marcos Valle, Bossa Jazz Trio, Taiguara, Geraldo Cunha e Chico Buarque, com quem cultiva, até hoje, uma forte amizade iniciada aos 17 anos. Nesta época, compuseram juntos a canção "Lua cheia", a primeira melodia de Toquinho a receber uma letra, e que se constituiria, em 1967, na sua primeira canção gravada em disco, no LP da RGE, Chico Buarque de Holanda – Volume 2.

Em 1970, compôs, com Jorge Ben, seu primeiro grande sucesso, Que Maravilha. Ainda nesse ano, Vinicius de Moraes o convidou para participar de espetáculos em Buenos Aires, formando uma sólida parceria que iria durar onze anos, e resultar em 120 canções, 25 discos e mais de mil espetáculos. Entre as composições da parceria destacam-se: O Bem-amado, Como dizia o poeta, Carta ao Tom 74, entre outras. A parceria era tão sólida que Toquinho seguiu carreira solo após a morte de Vinicius.

Recentemente, a Lumiar Editora lançou um livro com suas cifras e partituras, idealizado e produzido por Bruno De La Rosa, dando sequência à coleção Songbook, criada pelo fundador e ex-presidente da Lumiar Discos & Editora, Almir Chediak.


Fonte:  Ascom Búzios

0 comentários:

Postar um comentário