BLOG CARLOS RIBEIRO

BLOG CARLOS RIBEIRO

segunda-feira, 26 de maio de 2014


Depois de três anos, o campeão do Powerade apresenta Quiksilver Saquarema Prime é brasileiro...


Clique na imagem para ampliar
 
 
WIGGOLLY DANTAS É O GRANDE CAMPEÃO DO QUIKSILVER SAQUAREMA PRIME
 
Depois de três anos, o campeão do Powerade apresenta Quiksilver Saquarema Prime é brasileiro. O paulista Wiggolly Dantas, 24 anos, deu um show de surf nas ondas da Praia de Itaúna e garantiu o título da primeira etapa Prime do ano. “Guigui”, como é carinhosamente chamado, derrotou o havaiano Keanu Asing, levou 40 mil dólares de premiação e somou mais 6.500 pontos, que o deixaram na vice-liderança do ranking unificado da ASP. O último brasileiro a vencer em Saquarema foi o catarinense William Cardoso, em 2010. 
 
 
Clique na imagem para ampliar
 
 
 
Clique na imagem para ampliar
 
 
“Estou sem palavras. A ficha ainda não caiu direito. Foi uma semana incrível, de altas ondas e baterias fantásticas. Posso afirmar que hoje é um dos dias mais felizes da minha carreira”, revelou o surfista de Ubatuba.
 
Clique na imagem para ampliar
 
 
 
Clique na imagem para ampliar
 
 
A bateria final começou com Wiggoly Dantas surfando uma onda de direita, que lhe valeu um 6,17. Como já tinha uma nota 5, o havaiano precisaria de um 8,07 para virar. Keanu Asing mostrava muita garra e com um 5,60 ficou precisando de um 5,58 para vencer. Restando 50 segundos para o apito final, o gringo achou uma onda que deixou todos apreensivos. Os dois atletas saíram do mar e ficaram aguardando a nota dos juízes para a definição do campeão. Ao anúncio do 5,10, o público que lotou as areias do Maracanã do Surf, foi ao delírio. Festa brasileira.
 
Clique na imagem para ampliar
 
 
 
Clique na imagem para ampliar
 
 
Foi uma bateria muito difícil. Comecei muito focado, peguei boas ondas, mas aquela tensão do final foi inacreditável, achei até que ele tivesse virado. Mas, felizmente deu tudo certo e agora é só comemorar. Meu grande objetivo este ano é entrar no WCT”, encerrou o grande campeão, que disputará seu próximo enveto em San Jose Del Cabo, no México, em junho. 
 
 
SEMIFINAIS –UM BRASILEIRO AINDA COM CHANCES DE TÍTULO –  Na primeira semifinal , o havaiano Keanu Asing estragou a festa do líder do ranking, Adriano de Souza. Logo no primeiro minuto de bateria, ele arriscou, achou uma esquerda fantástica, desfilou um arsenal de manobras e arrancou um 9,8 dos juízes, igualando a marca de Wiggolly Dantas, nas quartas de final. Mineirinho ainda tentou , conseguiu um 8,07, mas não o suficiente para se classificar à final. Mesmo assim, o brasileiro permanece na liderança do ranking da ASP.
 
“Foi uma onda mandada por Deus e quando ela aparece não dá pra desperdiçar. Comecei o dia com uma prancha um pouco maior que a dos outros dias e estou achando que ela é mágica”, brincou o havaiano, ao garantir a vaga na final.
 
Em seguida, Wiggolly Dantas garantiu o Brasil na grande decisão. O surfista paulista nos primeiros dez minutos da série achou uma onda forte , mandou manobras de efeito e levou um 7,70. O neozelandês Billy Stairmand ficou um pouco perdido na série e não mostrou o mesmo desempenho das baterias anteriores, dando adeus a briga pelo troféu.
 
QUARTAS DE FINAL – DOIS BRASILEIROS ENTRE OS QUATRO
MELHORES - Na primeira bateria do dia, o havaiano Keanu Asing impôs um ritmo forte e derrotou o espanhol Gony Zubizarreta. Na série seguinte, Adriano de Souza  levou a melhor no duelo brasileiro contra seu amigo, o potiguar Jadson Andre. Restando pouco menos de 15 minutos para o término da série, Mineirinho achou um tubo que lhe valeu um 8,67 e a tranquilidade para administrar o resultado até o fim.
   
Em seguida foi a vez de Wiggolly Dantas também mostrar ao que veio. O surfista de Ubatuba estabeleceu novo recorde de campeonato. Ele surfou um tubo praticamente perfeito que lhe valeu um 9,8 e a vaga nas semifinais.
 
Na última bateria das quartas, o neozelandês Billy Stairmand derrotou o atleta da Ilha Guadalupe Charles Martin e conquistou a última vaga para as semi.
 
Powerade apresenta Quiksilver Saquarema Prime foi uma realização da Associação Brasileira de Surf Profissional (ABRASP) com patrocínio da Lei de Incentivo ao Esporte da Secretaria de Esporte e Lazer do Governo do Estado do Rio de Janeiro, Prefeitura Municipal de Saquarema, Powerade, Quiksilver, Peugeot e Barra GR Higiene e Limpeza, além do apoio da CCR Via Lagos, Federação de Surf do Estado do Rio de Janeiro (FESERJ) e Associação de Surf de Saquarema (ASS).
 
QUARTAS DE FINAL DO QUIKSILVER SAQUAREMA PRIME
 
1.a: Gony Zubizarreta (ESP) 9,93 X 13,77 Keanu Asing (HAW)
2.a: Jadson Andre (BRA) 7,83 X 15,67 Adriano de Souza (BRA)
3.a: Ricardo Christie (NZL)12,30 X 17,03 Wiggoly Dantas (BRA)
4.a: Billy Stairmand (NZL)10,83 X  7,67 Charles Martin (GLP)
 
SEMIFINAIS
 
1.a: Keanu Asing (HAW) 17,30 X 14,67 Adriano de Souza (BRA)
2.a: Wigolly Dantas (BRA) 13,17 X 7,70 Billy Stairmand (NZL)
 
FINAL
 
Keanu Asing (HAW) 11,07 X 11,17 Wiggolly Dantas (BRA)

G-10 DO ASP QUALIFYING SERIES 2014 - após a 9.a etapa em Saquarema:
 

1.o: Adriano de Souza (BRA) - 10.789 pontos e Top-22 do WCT para 2015
2.o: Wiggolly Dantas (BRA) - 8.630
3.o: Keanu Asing (HAV) - 6.566
4.o: Billy Stairmand (NZL) - 6.515
5.o: Charles Martin (GLP) - 6.036
6.o: Tomas Hermes (BRA) - 5.578
7.o: Matt Banting (AUS) - 5.029
8.o: Alex Ribeiro (BRA) - 4.100
9.o: Ricardo Christie (NZL) - 3.950
10: Nathan Hedge (AUS) - 3.870
11: Patrick Gudauskas (EUA) - 3.830
-------próximos sul-americanos até 100:
12: Heitor Alves (BRA) - 3.808 pontos
14: Jadson André (BRA) - 3.320
15: Filipe Toledo (BRA) - 3.060
20: Peterson Crisanto (BRA) - 2.593
21: Jessé Mendes (BRA) - 2.531
23: Raoni Monteiro (BRA) - 2.400
25: David do Carmo (BRA) - 2.350
39: Hizunomê Bettero (BRA) - 1.722
44: Marco Fernandez (BRA) - 1.593
45: Ian Gouveia (BRA) - 1.590
47: Krystian Kymerson (BRA) - 1.585
55: Santiago Muniz (ARG) - 1.440
56: Caio Ibelli (BRA) - 1.410
63: Lucas Silveira (BRA) - 1.261
64: Leandro Usuña (ARG) - 1.238
72: Alejo Muniz (BRA) - 1.110
73: Michael Rodrigues (BRA) - 1.101
75: Thiago Camarão (BRA) - 1.080
78: Bino Lopes (BRA) - 1.061
80: Willian Cardoso (BRA) - 1.040
84: Messias Felix (BRA) - 1.023
85: Jean da Silva (BRA) - 1.016
89: Halley Batista (BRA) - 948
99: Deivid Silva (BRA) - 726
 
 
 
 
 
 
 
 
 

0 comentários:

Postar um comentário