BLOG CARLOS RIBEIRO

BLOG CARLOS RIBEIRO

quinta-feira, 31 de julho de 2014

Cabo Frio: Corrida da Padroeira 2014 inscrições estão abertas...

Clique imagem para ampliar
 
 
Estão abertas as inscrições para a tradicional Corrida da Padroeira de Cabo Frio, organizada pela Prefeitura da cidade, por meio da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer. A competição será realizada no dia 24 de agosto, às 9h, e serão limitadas 1500 inscrições para os participantes.
 
 
Clique imagem para ampliar
 

Atletas que residem na cidade podem se inscrever na sede da Secretaria, localizada no Ginásio Poliesportivo Aracy Machado (Portinho), ou no Centro Esportivo João Augusto (Tamoios). Os locais de inscrição funcionam de 9h às 12h e de 14h às 17h.

 
No ato da inscrição, os moradores da cidade devem levar documento de identificação com foto e comprovante de residência. Já os participantes de outras cidades e estados, devem acessar o site www.chiptiming.com.br e pagar uma taxa de inscrição no valor de R$ 50,00. As inscrições acontecem até o dia 21 de agosto.
 
 
 
Clique imagem para ampliar
 

 
Circuito e premiação

O circuito será de 10 e 5 km para corrida e 5 km para caminhada. Tanto a largada quanto a chegada acontecem na Praça Verde do Guta, atrás dos novos quiosques, na Praia do Forte. A premiação será em dinheiro e troféus para os três primeiros colocados da categoria geral masculina e feminina de 10 km, e para os três primeiros colocados de cada categoria de faixa etária dos 10 km. Todos os participantes recebem medalha de participação.

O kit para a corrida será distribuído nos dias 22 e 23 de agosto (sexta e sábado), das 8h às 19h no Ginásio Poliesportivo Aracy Machado. Para a retirada, o competidor deverá ter em mãos o comprovante de inscrição mais 2 kg de alimentos não perecíveis e 2 garrafas pet.

 
A premiação acontece da seguinte maneira:

5 km: Troféu para os três primeiros colocados no geral masculino e feminino

10 km: Geral masculino e feminino

1º R$ 3000,00 + Troféu

2º R$ 1200,00 + Troféu

3º R$ 800,00 + Troféu

 
Faixa etária masculino e feminino

1º R$ 200,00 + Troféu

2º R$ 120,00 + Troféu

3º R$ 80,00 + Troféu

Além de troféu para as academias com maior número de corredores inscritos e efetivamente participando no dia da prova, e o troféu para a equipe com maior número de inscritos e participantes.
 
 
Fonte:  Téo Arrabal/PMCF
 

 
 
 

quarta-feira, 30 de julho de 2014

Flip começa nesta quarta com tributo a Millôr e humoristas do Casseta

Humor dá o tom da 11ª edição da festa literária em Paraty, RJ.
Evento vai até o domingo (3) e tem ingressos esgotados.


Cartaz da Flip 2014 (Foto: Divulgação)
Cartaz da Flip 2014 (Foto: Divulgação)

A presença marcante de humoristas deve ser uma das principais características da 12ª Festa Literária Internacional de Paraty (Flip), que começa nesta quarta-feira (30). Isso deverá ser sentido já na palestra de abertura, às 19h, a cargo de Agnaldo Farias. Ele é crítico de arte, mas o tema da exposição na Tenda dos Autores será a obra do escritor, jornalista, desenhista, dramaturgo e tradutor Millôr Fernandes (1923-2012). Em praticamente todas as atividades às quais se dedicou, o homenageado desta edição do evento tinha como traço essencial justamente o humor.

O G1 transmitirá ao vivo todas as mesas da Flip 2014, tanto com áudio traduzido (se a palestra não for em português) quanto com áudio original.
Em seguida, é a vez da mesa "Millôrmaníacos", a primeira da Flip 2014, que reúne Reinaldo e Hubert, do grupo Casseta & Planeta. Eles entrevistam o cartunista Jaguar, amigo de Millôr. O show de abertura, desta vez aberto ao público, vai ser da cantora Gal Costa, na tenda da Flipinha, às 21h30.

(Veja ao final da nota a programação completa)

Em entrevista ao G1 por telefone, Hubert diz ter dúvidas de que Millôr apreciasse a homenagem. "Não sei se ele ia gostar. Ceramente, ia achar ridículo", afirma. "Mas acho muito justo que ele seja lembrado. Se você pegar todos que já foram homenageados, o Millôr não fica a dever." Ele conta que o encontro deve ser "uma coisa mais livre". "Não adianta ficar querendo planejar, é num estilo mais coloquial, até pelo Jaguar, que é um grande contador de história."
 
Dentre os outros destaques da programação, que vai até domingo (3), estão os jovens autores brasileiros Antonio Prata e Gregorio Duvivier (integrante do canal de humor Porta dos Fundos); o cineasta Cacá Digues; o músico Edu Lobo; o arquiteto Paulo Mendes da Rocha; os jornalistas Glenn Greenwald, David Carr e Andrew Solomon; a britânica de origem indiana Jhumpa Lahiri (ganhadora do prêmio Pulitzer); e a jovem neozelandesa Eleanor Catton (ganhadora do prestigioso Booke Prize em 2013).


Os jornalistas e escritores Bernardo Kucinski e Marcelo Rubens Paiva participam de uma mesa sobre "a vida na ditadura militar". Eles se juntam a nomes como a atriz e escritora Fernanda Torres, o israelense Etgar Keret e o ativista norte-americano Michael Pollan.
 
Ao explicar a tendência da programação de 2014, o curador da Flip, Paulo Werneck, ressaltou que "o tom foi dado pelo Millôr". "Ele era a pedra no sapato do poder. É um tom crítico, principalmente ao poder", comentou. "Mas são novos críticos, que falam de questões do século 21. Não é a 'velha esquerda' ou a 'velha direita'." Esta é a primeira vez em que a Flip lembrará um autor que participou do evento – Millôr Fernandes esteve na primeira edição, em 2003.

Todos os ingressos para o evento estão esgotados. A organização diz ainda que "sempre pode haver desistências, por diferentes motivos, e os ingressos voltarem à venda". A recomendação é que os interessados acompanhem o andamento das vendas pela internet, no site da Tickets for Fun (clique aqui), pelo telefone (4003-5588), nas bilheterias do Citibank Hall de São Paulo e do Rio, nos pontos de venda credenciados (clique aqui para ver a lista completa), e, exclusivamente para moradores de Paraty, na agência Paraty Tours.
 
O assento na tenda dos autores custa R$ 46, o mesmo preço do ano passado. Outra novidade diz respeito à tenda do telão, que agora muda de lugar e passa a ser também gratuita e aberta ao público. A mesa Zé Kléber, que acontece na quinta (31) às 9h30, é, como de costume, gratuita. As entradas devem ser retiradas uma hora antes.
 
De acordo a assessoria de imprensa da Flip, para cada mesa "o limite é de dois ingressos por pessoa, de acordo com o CPF do comprador". Há meia-entrada para estudantes, idosos e pessoas com deficiência.

As primeiras mesas a terem ingressos esgotados foram: "Romance em dois atos", com Daniel Alarcón e Fernanda Torres; "2x Brasil", com Cacá Diegues e Edu Lobo; "Memórias do cárcere: 50 anos do golpe", com Bernardo Kucinski, Marcelo Rubens Paiva e Persio Arida.
 
Os últimos ingressos vendidos foram para os debates "Narradores do poder", com David Carr e Graciela Mochkofsky; "Os sentidos da paixão", com Almeida Faria e Jorge Edwards; "Livros de cabeceira", com convidados lendo trechos de autores favoritos; e para o encontro extra "Porque era ele, porque era eu", com Mathieu Lindon e Silviano Santiago.



O escritor Vladímir Sorókin, primeiro autor russo a participar da Flip (Foto: Divulgação)
O escritor Vladímir Sorókin, primeiro autor russo aparticipar da Flip (Foto: Divulgação)
Ciência, arquitetura e questão indígena
 

 A exemplo da edição 2013, quando apresentou viés político e foi além da literatura, a Flip deste ano abre espaço a artistas de outras áreas. Ao citar a mesa com Cacá Diegues e Edu Lobo, o curador os descreveu como "dois monstros de nossa cultura". "Ainda teremos uma exposição sobre o Millôr e a oficina literária em homenagem ao cineasta Eduardo Coutinho."
 
"Também vejo a ciência e a questão indígena como eixos importantes", completou curador, referindo-se a uma mesa de que farão parte a fotógrafa Claudia Andujar e o xamã e líder yanomami Davi Kopenawa. Arquitetura (em mesa com Paulo Mendes da Rocha) e Ciência (em mesa com Marcelo Gleiser) são outros temas abordados.
 
"Mas a crítica ao poder é o principal eixo da Flip", avisa Werneck. Além dele, estiveram na mesa Mauro Munhoz, diretor-presidente da Associação Casa Azul, que organiza a Flip, e a curadora da programação infantil e juvenil da Flipzinha e Flipzona, Gabriela Gibrail.



Veja a programação completa da Flip 2014:
 
 
30 de julho – quarta-feira

 19h – Conferência de abertura, com o crítico de arte Agnaldo Farias
          "Millormaníacos", com Hubert, Reinaldo e Jaguar


31 de julho – quinta-feira

 9h30 – Mesa Zé Kleber, com Paula Miraglia, Jailson de Souza e Silva e Rene Uren; mediação: Guilherme Wisnik

12h – "Poesia & Prosa", com Charles Peixoto, Eliane Brum e Gregorio Duvivier; mediação: Miguel Conde

15h – "Os possessos", com Elif Batuman e Vládímir Sorókin; mediação: Bruno Gomide

17h15 – "Fabulação e Mistério", com Eleanor Catton e Joël Dicker; mediação: José Luiz Passos

19h30 – "Paraty, Veneza do Atlântico Sul", com Francesco Del Co e Paulo Mendes da Rocha; mediação: Guilherme Wisnik
 
21h30 – "Porque era ele, porque era eu", com Mathieu Lindon e Silviano Santiago; mediação: Paulo Roberto Pires
 


1º de agosto – sexta-feira

 10h – "O guru do Méier", com Cássio Loredano, Claudius e Sérgio Augusto; mediação: Hugo Sukman

12h – "À mesa com", com Michael Pollan; mediação: Lúcia Guimarães

15h – "Marcados", com Claudia Andujar e Davi Kopenawa; mediação: Eliane Brum

17h15 –  "Livre como um táxi", com Antonio Prata e Mohsin Hamid; mediação: Teté Ribeiro

19h30 – "Encontro com Andrew Solomon"; mediação: Otávio Frias Filho

21h30 – "2x Brasil", com Cacá Diegues e Edu Lobo; mediação: João Gabriel de Lima
 


2 de agosto – sábado

 10h – "Liberdade, liberdade", com Charles Ferguson e Glenn Greenwald; mediação: Lúcia Guimarães

12h – "Memórias do cárcere: 50 anos do golpe", com Bernardo Kucinski, Marcelo Rubens Paiva e Persio Arida; mediação: Lilia M. Schwarcz

15h – "A verdadeira história do Paraíso", com Etgar Keret e Juan Villoro; mediação: Ángel Gurría-Quintana

17h15 – "Tristes trópicos", com Beto Ricardo e Eduardo Viveiros de Castro; mediação: Eliane Brum

19h30 – "Encontro com Jhumpa Lahiri"; mediação: Ángel Gurría-Quintana

21h30 – "Narradores do poder", com David Carr e Graciela Mochkofsky; mediação: João Gabriel de Lima
 


3 de agosto – domingo

 10h – "Ouvir estrelas", com Marcelo Gleiser e Paulo Varella; mediação: Bernardo Esteves

12h – "Romance em dois atos", com Daniel Alarcón e Fernanda Torres; mediação: Ángel Gurría-Quintana

14h – "Os sentidos da paixão", com Almeida Faria e Jorge Edwards; mediação: Paulo Roberto Pires

16h – "Livros de cabeceira" – Convidados da Flip leem e comentam trechos de seus autores favoritos; com: Andrew Solomon, Etgar Keret, Graciela Mochkofsky, Joël Dicker, Juan Villoro, Eduardo Viveiros de Castro, Fernanda Torres e Marcelo Rubens Paiva.
 
Fonte: G1/Culutura
Prefeitura de Cabo Frio desenvolve ações integradas ao Festival Internacional de Dança...









 



O X Festival Internacional de Dança de Cabo Frio tem o apoio da Prefeitura de Cabo Frio. As inscrições podem ser feitas pelo site oficial do evento: fttp://festivalcabofrio.festivalonline.com.br


                             

                                    

A integração entre as ações de diversos setores da Prefeitura de Cabo Frio estará presente mais uma vez no X Festival Internacional de Dança de Cabo Frio, que acontece no próximo mês de setembro. Todas as escolas de dança inscritas no festival receberão um kit com as informações do evento dentro de uma “ecobag” produzida pelo Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) do município, desenvolvidos pela Secretaria Municipal de Assistência Social, utilizando como matéria-prima as lonas dos banners publicitários do festival do ano passado. - A importância dessa atitude se traduz no reaproveitamento de plástico, o que resulta em economia, pois reduz significativamente o consumo de matéria-prima, além de geração de emprego e renda, pois envolve pessoas da comunidade da Praia do Siqueira participantes das oficinas de corte, costura e silk-screen do CRAS – explica Luane Ferreira, turismóloga da secretaria de Turismo.



Festival é um dos maiores do país

As inscrições para o X Festival Internacional de Dança de Cabo Frio já estão abertas. O evento deve reunir pelo menos 12 mil pessoas entre 2 e 7 de setembro, no Complexo Esportivo Aracy Machado, na rua Henrique Terra, s/nº, no Portinho.



- Promover, difundir e valorizar a cultura através da dança, transformando Cabo Frio em um grande centro cultural capaz de provocar o aumento do fluxo de visitantes no período do evento é a nossa intenção – destaca o prefeito de Cabo Frio, Alair Corrêa.



De acordo com a organizadora, a empresária Márcia Sampaio, o festival vai proporcionar apresentações de escolas, grupos e academias de dança de forma competitiva dentro de modalidades e categorias diversas como ballet clássico, dança contemporânea, danças populares, dança de salão, dança de rua, estilo livre e jazz. Também serão realizados nesta edição do evento, cursos de diversos estilos de dança, premiações especiais a fim de estimular o conhecimento técnico dos participantes, entre outras ações.



- Vamos realizar o Projeto Escola e proporcionar aos alunos da rede pública de ensino oportunidade de apreciação de espetáculos quase sempre negados às classes populares. Também vamos envolver as academias de dança da Cidade de Cabo Frio em apresentações nos palcos externos, difundindo ainda mais, a arte da dança – informa Márcia, que também pretende com a parceria com a secretaria de Turismo, receber turistas para apreciarem grandes espetáculos nacionais e internacionais.



- Um dos maiores diferenciais do evento é a entrada franca que possibilita o acesso das pessoas menos favorecidas financeiramente. O festival cria espaço para que sejam mostradas coreografias de artistas que necessitam de eventos deste porte para divulgar as suas ideias através da dança. Visa uma premiação em dinheiro, além de troféus e medalhas valorizando, desta forma, os trabalhos apresentados na mostra competitiva, incentivando a produção de novos trabalhos pelos artistas participantes.



O Festival oferece premiação em dinheiro para as Modalidades: Ballet Clássico, Dança Contemporânea, Danças Populares, Dança de Salão, Dança de Rua, Estilo Livre e Jazz. Oferece ainda, vagas e passagens aéreas para seletiva YAGP/Brasil 2014 e Nova Iorque 2015.





Fonte: Por Telma Flora/PMCF


quinta-feira, 17 de julho de 2014

Cabo Frio: Mercado Municipal Sebastião Lan em ritmo de festa caipira neste domingo...

 
 
 
Os frequentadores da feira do Mercado Municipal Sebastião Lan têm mais um motivo para passar pelo local neste domingo (20/7): uma quadrilha junina para comemorar as festividades julinas. Com apoio da Prefeitura de Cabo Frio, um grupo de dançarinos de Tamoios, irá se apresentar a partir das 11h.
 
 
 
 
O mercado já recebe todos os domingos, uma banda de forró, mas a apresentação de uma quadrilha junina será para diversificar a programação. A dança acontecerá até às 14h e após a apresentação o show de forró com “Os Mineirinhos” promete movimentar a feira até o final do dia.
 
 
 
 
O Mercado Municipal Sebastião Lan está situado à Rua Inglaterra, s/ nº, Jardim Caiçara. 
 
Fonte: Aretuza Maia/PMCF
Cabo Frio: Bikerfest contabiliza saldo positivo e não registra nenhum incidente...

 
 
Enquanto operários e técnicos trabalham na desmontagem da estrutura que sediou o Bikerfest, na Praia do Forte, no final de semana passado, a Secretaria de Eventos registrou saldo positivo com a 19ª edição do encontro internacional de motociclismo. Mesmo com a forte chuva na noite de sexta-feira (11/7), os organizadores calculam que passaram pelo evento mais de 25 mil pessoas. O sistema de mão dupla em uma das pistas para automóveis funcionou bem e permitiu área livre maior para estacionamento das potentes motocicletas que sempre atraem a atenção de pessoas de todas as idades.

Para o secretário de Eventos de Cabo Frio, Edson Leonardes, o encontro é um dos maiores do país e a volta à Praia do Forte conquistou além das famílias, o público jovem.  
 
 
 
 

- Famílias com crianças de colo tiraram fotos nas motos, assistiram aos shows e também aproveitaram os novos quiosques que ficaram lotados todos os dias - observou Leonardes, ressaltando que não houve nenhum registro negativo no evento.

Dados da CCR ViaLagos apontam que houve aumento de 80% no tráfego de motocicletas na rodovia durante o final de semana do evento e nenhum acidente foi registrado com motociclistas. As equipes do SOS Usuário Mecânico e Médico foram reforçadas para atender a demanda de motociclistas na via. Antes do show da banda Faixa Etária, agentes da ViaLagos fizeram demonstração de primeiros socorros.
 
 
 

Para o supervisor de APH da CCR ViaLagos e CCR Ponte, Welington Figueredo, é  um exercício de cidadania divulgar noções de segurança no trânsito para um público específico como o de motociclistas. “Foi sensacional atestar a atenção do público para um tema tão importante, que pode salvar vidas”, conclui Figueredo.

Homenagem
 
Durante a apresentação dos shows, o presidente da Associação dos Motociclistas do Estado do Rio (AMO-RJ), Aloísio Cesar Braz, prestou homenagem ao prefeito Alair Corrêa pela iniciativa e por ter acreditado no evento há 19 anos.

- Fiquei muito feliz ao receber essa homenagem e poder representar o prefeito Alair Corrêa, que todos os dias do Bikerfest esteve presente visitando os stands e conferindo o movimento - disse Edson Leonardes ao receber a Moção. O Moto Clube Tubarões também foi elogiado pela organização do evento, em parceria com a Prefeitura.
 
Fonte: Redação/PMCF
 
 

quarta-feira, 16 de julho de 2014

CABO FRIO: Uma grande exposição da arte do graffite, agora na nossa grande Jardim Esperança, no Centro cultural Andersom giga byte,convidamos a todos a estarem conosco no dia 24 de julho, as 19 horas para a abertura da exposição VOZ DA PERIFERIA.
 


Foto: boa noite galera, caminhamos para mais uma grande exposição da arte do graffiti, agora na nossa grande jardim esperança, no Centro cultural Andersom giga byte,convidamos a todos a estarem conosco no dia 24 de julho, as 19 horas para a abertura da exposição  VOZ DA PERIFERIA.

Blog Divulgando Cultura:Vídeo do grafite de Lobão em Rio das Ostras...

 

 
Rio das Ostras - Pelos Muros da Cidade
AGENDA CULTURAL CARLOS RIBEIRO DIVULGANDO...
 
 
 



A Exposição "120 anos de Ipanema", chega como um presente especial
para os clientes do Restaurante Fazendola.
É mostrado a beleza do bairro, retratada pelos artistas plásticos
Roberto de Souza e Eduardo Camões.
 
Camões, apresenta paisagens do Rio antigo, com vistas previlegiadas,
antes da urbanização do bairro.
 
Roberto de Souza, interpreta Ipanema contemporânea,
em estilo realista e pinceladas de impressionismo.
 
Os artistas colocarão à venda, 10 telas cada um, diariamente, no
Restaurante Fazendola, Rua Jangadeiros, 14-B - Praça General Osório - Ipanema,
a partir das 11.00 horas, do dia 21 de julho deste mês, permanecendo
a exposição por 30 dias.
 
Maiores informações, ligar para o Restaurante: (21) 7832 6106 ou
para a Curadora Daura Ramos: (21) 99136 4931    
 


 
 
 


 
 
 
 


 
 
 


 
 
 
 


 
 
 


 
 
 
 


 
 
 
Ong Iguais Cabo Frio II em 7ª Edição do Arraiá dos Iguais.

 

 

 

 
 
 

segunda-feira, 14 de julho de 2014

Encontro reúne produtores culturais na Biblioteca Parque Estadual...


Evento tradicional para proponentes esclarece dúvidas sobre a Lei de Incentivo à Cultura
 
 
A Superintendência da Lei de Incentivo (Suplei) da Secretaria de Estado de Cultura (SEC) promove na terça-feira, dia 15, mais um Encontro com Proponentes, que acontece das 17h às 19h30, na Biblioteca Parque Estadual, e tem como objetivo informar e esclarecer dúvidas sobre a Lei Estadual de Incentivo à Cultura do Rio de Janeiro. Há 250 vagas e para se inscrever basta preencher o formulário.  

O tradicional encontro faz parte da série da agenda de eventos da Suplei para esclarecer dúvidas, apontar os erros e destacar os requisitos necessários para a inscrição inscrição de projetos culturais na a lei de incentivo. Podem participar autores de projetos culturais já cadastrados em edital, proponentes potenciais e demais interessados no tema.
A dinâmica do evento, explica Tatiana Richard, Superintendente da Lei de Incentivo, é informar os interessados em produção cultural sobre os procedimentos da análise dos projetos.

"A lei está a serviço da produção cultural. O objetivo do encontro é informar aos interessados no uso da Lei de Incentivo para o financiamento a projetos culturais sobre as etapas de avaliação, patrocinadores cadastrados, e o comportamento do uso dos recursos nos últimos ano”, disse Tatiana.

Além do tradicional evento com proponentes que acontece desde 2012, a série também reúne empresas patrocinadoras e promove encontros no interior do estado.

É fundamental conhecer e encontrar os patrocionadores nesses encontros, onde apresentamos estudos de casos para análise”, explica Tatiana.

Edital segue com inscrições até agosto 

A Lei Estadual de Incentivo à Cultura do Rio de Janeiro, criada em 1992, permite que empresas, contribuintes de ICMS no Rio de Janeiro, patrocinem a produção cultural utilizando o incentivo fiscal concedido pelo Estado. O edital deste ano está com as inscrições abertas e projetos que envolvem música, dança, teatro, circo, artes plásticas, artesanais, folclore, audiovisual, acervo e patrimônio histórico-cultural, literatura e gastronomia podem se inscrever até dia 6 de agosto.


 
Fonte: Mariana Moreira
 

domingo, 13 de julho de 2014

Julio César insinua adeus: “Chegou o momento de outros goleiros”


Arqueiro diz que seria egoísta de pensar em 2018 e que Brasil está bem servido na posição: “O Brasil tem seis, sete, oito nomes que podem assumir a posição”



Quatro dias após deixar no ar que não disputaria uma nova Copa do Mundo, o goleiro Julio César deixou o Mané Garrincha, em Brasília, neste sábado, após a derrota por 3 a 0 para a Holanda, em jogo válido pela disputa do terceiro lugar da Copa do Mundo, que chegou o momento de novos arqueiros assumirem a camisa 1 da seleção brasileira.



Na opinião do goleiro, que está com 34 anos, não é justo sonhar numa permanência na Seleção sem pensar na Copa da Rússia, em 2018.
 
 
 
- Com 35 anos é complicado. Para jogar uma Copa América e não visar a Copa de 2018 seria egoísmo da minha parte. Chegou o momento de outros goleiros. O Brasil tem seis, sete, oito nomes com capacidade de vestir a camisa da Seleção tranquilamente – analisou o jogador, que sofreu 14 gols no Mundial.
 



Julio Cesar gol jogo Brasil x Holanda (Foto: Ap)Experiente goleiro de 34 anos, Julio César levou 14 gols nesta Copa do Mundo (Foto: Ap)


Questionado sobre o futuro, Julio César afirmou que ainda não tem noção do que vai fazer após o Mundial. Emprestado pelo Queens Park Rangers ao Toronto F.C. até o início da Copa, o arqueiro ainda não definiu o seu futuro.  
 
 
 
- Não tem nada na minha cabeça. Sou um cara, em relação a essas situações, que não tomo nenhuma atitude de cabeça quente. Momento triste, triste para o futebol brasileiro. Vou relaxar um pouco, me apegar às pessoas que me amam, que gostam de mim. Agora é procurar esquecer um pouco tudo.
 
 
 
Após o confronto deste sábado, a Seleção volta a jogar apenas em setembro. Os confrontos acontecerão em Miami e Nova Jersey, nos Estados Unidos, e devem ser contra Colômbia e Equador.
 



Brasil derrota jogo Holanda (Foto: Getty Images)Após derrota para a Holanda, goleiro se despede das Copas do Mundo (Foto: Getty Images)
 

sábado, 12 de julho de 2014

Elas perdoam: crianças deixam a dor de lado e aceitam "sonho" do 3º lugar...


Torcida animada após treino da Seleção confia na conquista do terceiro lugar (Foto: Chris Mussi)Torcida animada após treino da Seleção confia na conquista do terceiro lugar (Foto: Chris Mussi)


Mesmo com frio e chuva, torcedores mirins assistiram ao último treino da Seleção, e o clima é de animação para o terceiro lugar e esperança de título na Rússia, em 2018.
 
 
Faixa destaca que derrota é temporária (Foto: Chris Mussi)
 
 
Gritos, cartazes e muita festa. O semblante alegre que dava vida aos rostos dos torcedores que acompanharam o treino da Seleção na Granja Comary, em Teresópolis, nem de longe refletia o clima fúnebre que pairou sobre o Brasil nos últimos dias após a derrota por 7 a 1 para a Alemanha na semifinal da Copa do Mundo. Mesmo debaixo de uma chuva fina e um frio de 10 °C, diversas crianças cantaram e incentivaram os jogadores durante a atividade.
 
 
Todas as que conversaram com o GloboEsporte.com mostraram gratidão pela campanha da Seleção e confiança para o Mundial na Rússia em 2018. Desejam muito a conquista do terceiro lugar, contra a Holanda, no jogo deste sábado, às 17h, no estádio Mané Garrincha, em Brasília.

 
- Eu queria vir antes. A derrota não mudou em nada. As pessoas ganham, as pessoas perdem. O Brasil perdeu uma vez, mas ganhou várias. Gritei muito, fiquei feliz, é muita animação lá na lateral, tinha muita gente lá. Fiz umas amigas que também estavam lá para ver o David Luiz. Eu curti muito - disse Clarice, de 13 anos, que saiu de Niterói para acompanhar o treino.
 
 
Eles choraram, mas a dor passou. Pelo menos é o que garante Thiago, morador de Teresópolis, e que esteve presente nos treinamentos para dar força aos jogadores. 
 
 
 

A condição do futebol não muda o amor do país. Quem ama, ama. Uma das melhores lições que o ser humano pode ter é ganhar, perder e aprender a viver melhor
torcedor na Granja Comary
 
 

 
- Eles jogaram bem, eu espero que eles joguem bem com a Holanda pelo terceiro lugar. Chorei no dia do jogo, mas já passou. Esses jogadores merecem voltar para a próxima Copa -  afirmou Thiago, de 9 anos.
 
 
- Hoje foi a segunda vez que eu vim, ontem foi a primeira. Eu vim porque eu sou brasileira, não importa, perdendo ou ganhando. Eu chorei, mas já passou. Em 2002 eu assisti mas era muito pequena. Foi legal, ficamos lá cantando o hino e outras músicas, eu fiquei gritando o David Luiz e Júlio César - disse uma torcedora que também saiu de Niterói.

- Terceiro para nós vale muita coisa, a gente chegou até aqui, terceiro lugar ainda sobe no pódio - disse ela animada.
 
 
Torcedores perdoam derrota por 7 a 1 e querem vencer da Holanda (Foto: Chris Mussi)
 
 
- O que tinha que fazer já foi feito, não adianta. Eles já estão preparados. Depois do primeiro gol eles ficaram abalados, mas é normal isso. Temos que levar fé no que eles estão fazendo pela gente, o esporte faz parte do Brasil. 

 
Para o grupo, mesmo não tendo conquistado o título, o maior exemplo da Seleção comandada por Felipão é a união, amizade, força e fé em Deus.

 
- A gente vê que eles confiam plenamente em Deus, é uma fé inabalável.
 
 
- A condição do futebol não muda o amor do país. Quem ama, ama. Uma das melhores lições que o ser humano pode ter é ganhar, perder e aprender a viver melhor -  disse um torcedor.

 
Acompanhada da tia, Taynara, de 13 anos, foi ao treino para entregar uma carta a Oscar, autor do único gol contra a Alemanha na derrota por 7 a 1. Só de ter deixado o envelope com um dos membros da CBF, ela ficou muito feliz e fez questão de dizer o que escreveu ao jogador.

 
- Eu disse que sou muito fã dele, que ele é um bom jogador, que ele tem que saber que Deus está com ele e que a gente não ficou triste. Eu gosto muito dele. Disse que terão outras Copas e que ele vai jogar. Agora eles precisam levantar a cabeça e ir conquistar o terceiro lugar para o Brasil - disse ela emocionada.
 
Uma das responsáveis por dar vida aos bonecos do Hulk e do Fuleco que enfeitaram a cidade de Teresópolis ao longo do Mundial, a empresária Erika Guarilha compareceu à Granja Comary nesta sexta-feira com uma nova homenagem à Seleção. Se a taça de campeão não veio nos gramados, a artista plástica tratou criar uma de isopor para mostrar aos jogadores que o sonho do hexa continua.
 
 
- Os nossos jogadores merecem a taça, foram guerreiros, faltava pouco, mas não deu.  Acho que eles continuam merecendo a taça e vamos correr atrás do terceiro lugar, eles colocaram o Brasil entre os melhores do mundo, então, eles merecem, sim, o nosso orgulho, nosso carinho, estamos torcendo. E sabemos que daqui quatro anos tem a Rússia e quem sabe essa taça não vem para nós - disse Erika Guarilha, empresária de Teresópolis que esteve sempre apoiando a Seleção nos treinos na Granja Comary.
 
 
A Seleção se despediu de Teresópolis na tarde desta sexta-feira e seguiu rumo a Brasília, onde vai enfrentar a Holanda neste sábado, às 17h, no Mané Garrincha, na disputa pelo terceiro lugar. O técnico Felipão concederá entrevista coletiva já em Brasília.
 
Fonte: G1/região dos Lagos
 
 
 

 
 
 

quinta-feira, 10 de julho de 2014

Praia do Forte, em Cabo Frio, RJ, vai abrigar a '19ª Tubarões Bikerfest'
 
 
Evento acontece entre 10 a 13 de julho, com vários shows.

Banda Faixa Etária começou no evento, toca pelo 11º ano consecutivo.
 

 
O Bikerfest volta à Praia do Forte, que teve sua orla revitalizada pela prefeitura.  (Foto: Ernesto Galiotto)
O Bikerfest volta à Praia do Forte, que teve sua orla revitalizada pela prefeitura. (Foto: Ernesto Galiotto)


O cenário exuberante da Praia do Forte, em Cabo Frio, Região dos Lagos do Rio, será o ambiente para a realização da 19ª edição do Tubarões Bikerfest,  encontro internacional de motociclistas, um dos mais tradicionais do Brasil,  de 10 a 13 de julho. O evento volta ao local onde começou, nove anos depois, só que com novo formato: o clima de rock n’roll, aventura e liberdade vai tomar conta de toda a orla da praia, que conta com novos e modernos quiosques e a Praça das Águas, um dos locais mais fotografados do nosso litoralSerão mais de dez shows de rock nos quatro dias. A banda Faixa Etária, que começou no Tubarões Bikerfest, toca pelo 11º ano consecutivo no evento. " Vamos apresentar um novo repertório, com as músicas que os motociclistas curtem, e efeitos especiais que vão levar o público ao delírio",  disse Philipe Nunes, o Lipe, guitarrista da Faixa Etária. A banda faz show principal, às 23 horas do sábado (12),  após a apresentação dos médicos e paramédicos do Grupo CCR, que vão mostrar como se deve socorrer vítimas de acidentes antes da chegada do médico.


A banda Faixa Etária faz o show na noite de sábado
(Foto: Ronald Pantoja)


O palco, os expositores de produtos para motociclistas e motocicletas, as tendas das concessionárias, a imensa praça da alimentação e a área privativa para estacionamento de motos vão ficar nas áreas livres entre o mar e o Teatro Municipal de Cabo Frio.
 
 
"Poucos locais no mundo têm o privilégio de realizar um evento para os motociclistas com conforto junto a um cenário tão magnífico quanto é o da Praia do Forte. Vamos abrir vias especiais só para o trânsito de motocicletas, que poderão ficar estacionadas em toda a segurança. Será um grandioso evento",  afirmou Aquino.
 
 
"Os motociclistas vão encontrar uma cidade arrumada, limpa, uma nova orla e um povo hospitaleiro. Com certeza depois vão voltar com a família", previu o prefeito Alair Corrêa, que aprovou a volta do evento para a Praia do Forte.
 


Evento estimula turismo regional


 O presidente da Companhia de Turismo do Estado do Rio (TurisRio), Jorge Maruche, ressaltou a importância dos encontros de motociclistas para o turismo regional. " Incremento da atividade turística, geração de empregos e aumento da renda dos municípios são alguns dos benefícios trazidos pelos encontros de motociclistas. A programação diversificada, que tradicionalmente faz parte desses eventos, faz com que haja um aumento significativo do fluxo de turistas para essas cidades, provocando, muitas vezes, o deslocamento de moradores da capital para o interior do Estado – declarou Maruche.


O secretário municipal de Eventos, Édson Leonardes, que também é motociclista, promete outras novidades para a edição: "A cidade toda estará envolvida no clima do motociclismo, do rock n’ roll. Os restaurantes vão participar e teremos atrações para os motociclistas no Boulevard Canal, na Avenida Nilo Peçanha e nos quiosques. Será um evento inesquecível – garantiu.
 
 
Na noite de sábado (12), o presidente da Associação dos Motociclistas do Estado do Rio (Amo-RJ), Aloisio Braz,vai prestar homenagens ao prefeito Alair Corrêa e ao presidente dos Tubarões, Augusto Aquino. Eles vão receber a Moção Referência Estadual de Motociclismo. "Será o agradecimento ao prefeito por ter apoiado os primeiros passos do evento e de devolvê-lo à Praia do Forte. E ao Augusto Aquino por manter o Bikerfest por 19 anos, fato inédito no nosso estado e no Brasil – elogiou Braz.
 

Dia dos Motociclistas


 No final de julho, os apaixonados pelas duas rodas terão outro bom motivo para voltar a Cabo Frio. O aniversário do Cabo Frio Motoclube será comemorado, com churrasco, na Morada do Samba em 27 de julho (domingo), Dia do Motociclista. A Banda Faixa Etária se apresenta no evento no fim da tarde de domingo. Mais informações: http/cabofriomotoclube.com.br
 
 
Fonte: G1.com.br/Região dos Lagos