BLOG CARLOS RIBEIRO

BLOG CARLOS RIBEIRO

segunda-feira, 8 de setembro de 2014

Claudia Leitte é ovacionada em sua coroação e Mocidade vive noite mágica...

 
Fonte:  Site Carnavalesco

  •                                

                                 
É definitivo o reencontro da Mocidade Independente de Padre Miguel com sua história e sua gente. Isso independe do resultado do próximo carnaval. O resgate da alma da escola que estava esquecida havia dez anos veio para ficar. Quem pode atestar isso foram as milhares de pessoas que estiveram presentes na quadra da verde e branco, na noite deste sábado, e presenciaram a coroação da cantora Claudia Leitte como rainha da bateria. Ela foi ovacionada ao surgir no palco principal e desfilar sambando por toda a quadra. Uma catarse de sentimentos que explodiu quando a cantora disparou do alto do camarote do patrono e presidente de honra da escola, Rogério de Andrade: - A partir de hoje na minha carteira de identidade vai constar Cláudia Leitte de Padre Miguel - disse a cantora.

* CLIQUE AQUI E VEJA FOTOS DA FESTA DE COROAÇÃO


* VEJA AQUI O VÍDEO: ELZA SOARES CANTA 'SALVE A MOCIDADE'


* VEJA AQUI O VÍDEO: CLAUDIA LEITTE DISCURSA NA QUADRA DA MOCIDADE

 
Claudia subiu ao palco da Mocidade cantando um dos mais emblemáticos sambas de exaltação da escola, "Carteira de Identidade". Em sequência, o intérprete Bruno Ribas e a bateria "Não existe mais quente" atacaram enquanto a cantora, que tirou os sapatos para sambar melhor, se acabava de sambar. Rogério de Andrade recebeu a cantora no palco ao lado da família com um buquê de flores e não economizou nas palavras de impacto. - É um marco para o carnaval do Rio de Janeiro termos uma cantora da envergadura de Claudia Leitte à frente de uma bateria. Isso nunca aconteceu. Ela é um cantora de renome internacional. Seja bem-vinda à Padre Miguel - falou o presidente de honra da escola.
 
 
 
 
 
O carnavalesco Paulo Barros também definiu o sentimento que a chegada de Claudia Leitte causa para escola. - A Mocidade sempre foi muito grande. Criou o posto de rainha de bateria nos anos 80. Sempre teve alma transgressora e isso estava esquecido. Acho que o gigante acordo definitivamente - afirmou Paulo ao CARNAVALESCO. O artista foi muito elogiado pela cantora na coletiva de sua apresentação. - Quando soube que o carnavalesco era o Paulo me senti muito mais motivada a topar este desafio. Ele é o maior artista atualmente do carnaval - declarou.
 
 
 


 
 
 
 
'A campeã voltou', gritam independentes



Claudia Leitte foi apresentada à imprensa antes de ser ovacionada pelos seus ovos súditos. Na conversa com os jornalistas falou de como será a logística de conciliar o carnaval de Salvador com o do Rio, da força dada pela família para topar o desafio e não se furtou em declarar que ouve e acompanha o samba, apesar de ser uma cantora de axé. - Minha principal referência quando se fala em samba com certeza é Paulinho da Viola. Meu trabalho não se restringe ao axé, mas tem samba reggae e uma pitada de samba também.
 
 
Ela garantiu que a logística de sua atribulada agenda com as participações em ensaios e no desfile já foi amplamente estudada e se emocionou em alguns momentos ao lembrar da infância e do sonho antigo de ser uma cantora de sucesso. - Ser rainha de bateria dessa escola me remete à minha infância, quando eu nem imaginava chegar onde cheguei. Estou me sentindo como aquela menina que um dia queria ser cantora - disse Claudia Leitte, que também afirmou ainda não fazer ideia de como reagirá ao pisar pela primeira vez na Marquês de Sapucaí.
 
 
 
 

Elza Soares, uma das figuras mais importantes da história da Mocidade, foi a responsável por corar Claudia Leitte e afirmou abençoar a escolha da escola. - Claudia Leitte exala alegria por onde passa. É a cara da Mocidade - citou Elza. A veterana cantora, no auge de seus 84 anos, protagonizou um dos épicos momentos da noite. Quando entoou o antológico samba "Salve a Mocidade", recebeu a ajuda do público, que ao fim da canção gritou para quem quisesse escutar que "a campeã voltou".
 
 
Segmentos vibram e dão as boas vindas
 
 
 
A Mocidade recebeu um dos maiores públicos da história de sua nova quadra, apelidada de Maracanã do Samba pelo seu tamanho. Tanto que por volta das 23h30 os portões tiveram de ser fechados para evitar uma super-lotação. Desde o momento de abertura da quadra, filas gigantescas se formaram do lado de fora.
 
 
Diversos segmentos se fizeram presentes e prestaram as boas-vindas para a nova rainha de bateria. O presidente Vô Macumba declarou a imensa felicidade de receber a ilustre artista. - Como torcedor estou muito feliz. Além de muito bonita e talentosa, é extremamente carismática - afirmou o presidente da verde e branco ao CARNAVALESCO.
 
 
O porta-voz da presidência, Rodrigo Pacheco, contou como se deu o processo de escolha do nome de Claudia.
 
 - Nós tivemos diversas reuniões e alguns nomes surgiram na pauta. Mas desde o início o que nós queríamos era algo que causasse impacto. Nunca uma cantora desse porte desfilou à frente de uma bateria de escola de samba - afirmou Rodrigo.
 
 
O intérprete Bruno Ribas se disse um fã do trabalho de Claudia e já fez um dueto com ela no momento de sua coroação na quadra. - É certamente uma das maiores cantoras do Brasil. Eu gostaria de lhe desejar boas vindas e ainda mais sucesso. Espero poder cantar com ela em outras oportunidades pois sempre fui fã de seu trabalho.
 
 


O primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira, Diogo Jesus e Lucina Nobre, também conversou com a equipe do CARNAVALESCO sobre a expectativa da chegada de Claudia Leitte à agremiação. - Ela vem para somar, mais uma dessa equipe maravilhosa que a Mocidade está formando. Isso nos dá um gás ainda maior para desenvolver o nosso trabalho - afirmou Lucinha.
 
 
Mas se tem um segmento que está empolgado com a chegada de Claudia Leitte, é claro que não poderia ser outro senão a bateria. O mestre da escola mirim Estrelinha da Mocidade e diretor de caixa da "Não Existe Mais Quente", André da Silva Ferreira, afirmou que com Claudia à frente da bateria o trabalho será ainda mais intenso. - Não podemos fazer feio diante de uma popstar. Ser súdito de Claudia Leitte é algo absolutamente inimaginável para nós. Algo que vamos lembrar para o resto de nossas vidas - disse o jovem ritmista.
 
 
A Mocidade Independente de Padre Miguel apresenta em 2015 o enredo "Se o mundo fosse acabar, me diz o que você faria se só lhe restasse um dia?", do carnavalesco Paulo Barros. A verde e branco será a terceira a desfilar no domingo de carnaval.
 
 

0 comentários:

Postar um comentário