BLOG CARLOS RIBEIRO

BLOG CARLOS RIBEIRO

quinta-feira, 13 de agosto de 2015

O Grande Mestre Romulo Ramos visitando a Associação Recreativa  e Cultural  Mocidade Unida da Glória – MUG – Vila Velha – Espírito Santo....

Clique na Imagem para ampliar


FEIJOADA


Clique na Imagem para ampliar




Ingredientes que eram desprezados pela burguesia portuguesa lá atrás, na época do Império, e de forma sutil ou grotesca, mas que era aproveitado como alimento por nossos escravizados seres humanos vindos de terras africanas, num amontoado nos porões de navios negreiros. Hoje, depois de tornar-se o prato da moda, alimenta mundo a fora aos apreciadores da boa culinária brasileira.
Nas nossas Escolas de Samba, onde virou a especiaria mais consumida sim, porque noutros tempos degustava-se em nossos terreiros, hoje quadras, macarronadas com frango, cozidos, dobradinha com batatas e outros, sempre acompanhados do nosso bom e também secular Samba, onde eram, diferentemente de hoje, cantados os Sambas de Terreiro, de quadra, de breque e de exaltação para só depois cantarmos o Samba de Enredo. Sim, não falta desde essa época o acompanhamento de bebidas típicas e em determinado momento as inseparáveis cervejas geladas e a caipirinha feita com cachaça e limão, claro que não podendo faltar as “sestrosas” damas, tias, pastoras, passistas e mulatas, essas que fazem com que o nosso ambiente, marginalizado por muitos, já naqueles tempos ficasse mais atraente.



A Feijoada, sim, essa feijoada, já deu inclusive Enredo para uma Escola de Samba do Grupo de Acesso no Carnaval do Rio de Janeiro.


Tão famosa ficou, que já se tem um Concurso de Gastronomia para escolher a melhor feijoada das Escolas de Samba, onde por ocasião do julgamento, que é realizado por chefs internacionais temos como pesos de notas 6 para a feijoada, peso 2 para organização e também peso 2 para o show que se apresentará no momento.


Aquela iguaria brasileira, só servida na mesa dos menos favorecidos em determinada época de nossa história, passou a ser a hoje famosa feijoada e não está mais sendo servida tão somente em nossas quadras ou nos lares dos mais pobres. Invadiu salões dos hotéis cinco estrelas e grandes redes de restaurantes internacionais só vistos em áreas nobres das Cidades, e que têm em seus caros cardápios a feijoada acompanhada de shows como se numa Escola de Samba estivéssemos, assim fazendo sucesso nos quatro cantos de nosso tropical país e também no exterior.


Não podemos esquecer que, mesmo no difícil momento pelo qual passa a nossa sociedade, no que diz respeito ao elevado custo de vida causado por uma política totalmente equivocada e que vem se refletindo em nossas mesas, nossas famílias continuam mantendo tradições mas não com tanta frequência, realizando reuniões nos finais de semana levando para suas mesas essa já tradicional e gostosa feijoada brasileira.


Clique na Imagem para ampliar




No último final de semana, em visita à Mocidade da Glória (Associação Recreativa e Cultural Mocidade Unida da Glória - MUG), Escola de Samba de terras capixabas, que fica em Vila Velha – Vitória – ES, deu-se o momento em que foi servida uma Feijoada à lenha em comemoração aos 35 anos de existência dessa tão Briosa Agremiação, fundada em 09 de Agosto de 1980, dentre tantas outras atividades apresentadas no momento de casa totalmente lotada, o que prova serem a nossa feijoada e o nosso Carnaval respectivamente universais.


O Carnaval, uma mega indústria onde suas Escolas de Samba são verdadeiras empresas de pequeno, médio e grande porte, não podendo mais ser pensadas como românticas e amadoras, mas sim empresas que empregam durante todo ano vários profissionais do nosso sofrido mercado de trabalho das mais variadas formações.


Romulo Ramos


Fonte: Face Harmonia 30 Mocidade


Fotos:

Clique na Imagem para ampliar



Clique na Imagem para ampliar




Clique na Imagem para ampliar



Clique na Imagem para ampliar




Clique na Imagem para ampliar



Clique na Imagem para ampliar



Clique na Imagem para ampliar



Clique na Imagem para ampliar



Clique na Imagem para ampliar



Clique na Imagem para ampliar



Clique na Imagem para ampliar


Clique na Imagem para ampliar


Clique na Imagem para ampliar



Clique na Imagem para ampliar


Clique na Imagem para ampliar




Clique na Imagem para ampliar



Clique na Imagem para ampliar



Clique na Imagem para ampliar






0 comentários:

Postar um comentário