BLOG CARLOS RIBEIRO

BLOG CARLOS RIBEIRO

terça-feira, 27 de setembro de 2016

7 DE SETEMBRO: DIA NACIONAL DE DOAÇÃO DE ÓRGÃOS








Hoje, Terça-feira, é comemorado o dia Nacional de Doação de Órgãos. De acordo com a Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes, existem dois tipos de doação de órgãos: o doador vivo, que pode doar parte do seu fígado, um dos rins, medula e sangue, e o doador em morte encefálica.

“Neste último caso, o quadro de lesão cerebral é irreversível, sem possibilidade de recuperação, ou seja, significa que o paciente foi a óbito. Há uma avaliação rigorosa e criteriosa para constatar o diagnóstico de morte encefálica e, assim, possibilitar a doação de órgãos”, afirma Dra Giovana Colozza, médica responsável pela UTI Adulto e coordenadora da Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplante – CIHDOTT – do HUSF.





No Brasil, não há documento que comprove o interesse em ser um doador. O único meio de comunicar sua vontade é verbalmente, por isso, é importante que se manifeste o desejo em vida para os familiares.

Vale lembrar que existem muitas pessoas na fila aguardando por um órgão, sendo esta a única chance de voltar a enxergar, respirar melhor, não depender da máquina da hemodiálise, entre outras funções vitais.

Considerando que a perda de um ente querido é um momento difícil para toda a família, decidir sobre a doação de órgãos não é fácil. Porém, reflita sobre as vidas que podem ser salvas e que, um dia, você ou mesmo um familiar pode estar à espera deste ato.

Informe a seus familiares sua vontade de ser um doador de órgãos. Esta atitude vale uma vida.


Colaboração: Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplante – CIHDOTT -

0 comentários:

Postar um comentário