BLOG CARLOS RIBEIRO

BLOG CARLOS RIBEIRO

sábado, 22 de abril de 2017

Grupo celebra Dia Nacional do Choro com shows de artistas como Hamilton de Holanda e Nelson Sargento...





Fonte: http://www.jb.com.br/cultura


No dia 23 de abril se comemora o Dia Nacional do Choro. Trata-se de uma homenagem ao nascimento de Pixinguinha. A data foi criada oficialmente em 4 de setembro de 2000, ou seja, este ano completa 13 anos. Esse tempo atravessou a gestão de cinco ministros da cultura, Weffort, Gilberto Gil, Juca Ferreira, Ana de Hollanda e, agora, Marta Suplicy, sem que nenhum deles ao menos mencionasse, no site do MinC, o aniversário dessa linguagem que se confunde com a própria música brasileira e seu povo.





O Rio de Janeiro vai flutuar no dia 23 de abril ao som de muita música com a maior reunião de instrumentistas em torno de um ritmo genuinamente brasileiro, o choro. O Dia Nacional do Choro será comemorado no evento organizado pelo Movimento Choro Suburbano da Leopoldina formado por Marcio Vinhas, Cenira Santos, Paulo Santos, Ulisses Conte, Mestre Siqueira e Zelão do Cavaco.

Serão quinze horas dedicadas ao ritmo, que é o pai do samba e o avô da bossa nova. Neste ano, a homenagem marcará também os 120 anos do Maestro Pixinguinha e os 100 anos de um dos seus choros mais famosos, Carinhoso (Pixinguinha e Braguinha).



Choro
O choro se consolidou como gênero musical,brasileiríssimo e carioca. (Lente Quente / Creative Commons)

Rio em frente à casa de Pixinguinha. Depois, haverá uma homenagem a Paulo Moura e Pixinguinha na estação de trem em Ramos e, em seguida, sairá o tradicional Trem do Choro da Central do Brasil.
Para terminar, show na Lona Cultural João Bosco, em Vista Alegre, com Hamilton de Holanda, Zeca do Trombone, Nelson Sargento, Márcio Vinhas, Sombrinha, Zé da Velha, Silvério Pontes, Velha Guarda Show da Imperatriz Leopoldinense, entre outros.

Hamilton de Holanda é padrinho do Tem do Choro
Hamilton de Holanda é padrinho do Tem do Choro

Confira a programação
7h – Benção Pixinguinha. A abertura do Dia Nacional do Choro começará em frente a casa onde morou Pixinguinha, em Ramos. Os instrumentistas vão interpretar Carinhoso e será lido um manifesto pela valorização do subúrbio e sua cultura.
8h - Placa Pixinguinha/Paulo Moura. Os dois maestros, referência cultural nacional e especialmente ao gênero choro, serão homenageados com uma placa comemorativa na Estação de Ramos - bairro onde os músicos moraram. Ano passado, o bandolinista Joel Nascimento também recebeu a mesma homenagem na Estação Penha Circular.
9h –Trem do Choro – Concentração na Central do Brasil
10h – Saída do Trem do Choro. O evento, em sua quinta edição, realizará uma viagem literalmente musical com execução dos clássicos do choro. Para embalar esse passeio lúdico, em cada vagão, um grupo de chorões. Já estão confirmados: Choro Samba & Cia, Choro Suburbano, Regional Ernesto no Choro, Josias Nunes e os Chorões e Pexin Budega. Destino: Estação Penha Circula.
12h – Na Penha Circular os músicos fazem a Primeira Carreata do Choro a São Jorge e Pixinguinha até a Lona Cultural João Bosco. Vale lembrar que as caronas solidárias serão bem vindas.
13h às 22h – Show em homenagem ao Dia Nacional do Choro na Lona Cultural João Bosco, em Vista Alegre, com os maiores representantes do gênero: Hamilton de Holanda (padrinho do Tem do Choro), Antônio Rocha, Zé da velha e Silvério Pontes, Zeca do trombone, Sombrinha, Escola de Choro AMC da Baixada, Nelson Sargento, Velha guarda show da Imperatriz Leopoldinense, Paulo Santos e Movimento Coletivo Choro Suburbano. Entrada Franca.

Tags: agenda, hamilton de holanda, márcio vinhas, música, nelson sargento, programação, rio de janeiro, silvério pontes, sombrinha, velha guarda show da imperatriz leopoldinense, zé da velha, zeca do trombone.

0 comentários:

Postar um comentário