BLOG CARLOS RIBEIRO

BLOG CARLOS RIBEIRO

segunda-feira, 8 de maio de 2017

8 de Maio - Dia do Artista Plástico...




As artes plásticas são uma das formas de o homem eternizar sua singularidade e também de distinguir-se dos outros animais. O artista plástico é, antes de tudo, um sensível. Uma pessoa que usa o desenho, a pintura ou a escultura para expressar seu deslumbramento diante do mundo. Como uma criança, enxerga ou assimila o cotidiano de uma forma diferente, por um outro viés, talvez. Descortina-o mais do que o interpreta. E as impressões do que sua visão vai captando ou descortinando são registradas no tipo de arte com a qual se identifica ou se expressa melhor. O artista plástico, com sua arte, não permite que a luta diária da vida seque em seus olhos a constante surpresa perante a emoção das grandes e das pequenas coisas contidas no universo. Parabéns, artista plástico!


Dia do Artista Plástico

OS PRIMEIROS ARTISTAS


Desde os tempos mais remotos, o homem sentiu uma necessidade de expressar suas idéias ou impressões através de rabiscos ou desenhos. Sabemos que, na Idade da Pedra, o homem já utilizava imagens para registrar seus conhecimentos e ansiedades e a prova disso são os diversos e antigos afrescos encontrados nas cavernas do mundo inteiro. Eles nada mais são do que as primeiras pinturas, as primeiras manifestações do pensamento humano em forma de representação simbólica.

E então nos vem de imediato uma curiosidade: quem ensinou esses homens a desenhar? Quem lhes deu aulas de pintura ou noções de proporção e cor? Seria um impulso? Talvez fosse um impulso de manifestar as sensações do meio que o cercava, o impulso da criação, da expressão. Impulso que, no caso da arte, independe de aprendizado. Percebemos, então, que os primeiros homens eram autodidatas, ao recriarem os temas da natureza e os do dia-a-dia através da pintura.

ARTES PLÁSTICAS


A utilização de componentes visuais ou táteis para expressar o mundo real e o do imaginário é o que se denomina artes plásticas e, naturalmente, aquilo de que se ocupa um artista plástico, ao criar obras pictóricas ou esculturas.
O artista plástico cria desenhos, pinturas, gravuras, colagens e esculturas, fazendo uso do papel, da tinta, do gesso, da argila, da madeira, de metais, de programas de computador ou de qualquer outro material que lhe permita projetar sua criatividade e impressões do mundo do qual faz parte.
Dentro das atuais tecnologias da computação, ele pode ainda se especializar em animação e editoração eletrônica para criar vinhetas para a TV e páginas na internet.

O mercado de trabalho, no entanto, é concorrido e quem chega a se formar em artes plásticas numa faculdade ou universidade vai ter de competir com os que não possuem curso superior.

Uma vez formado, poderá expor suas obras em galerias de arte e museus ou ainda mostrar seu talento ilustrando livros e periódicos ou, se preferir, lecionar para as primeiras séries do ensino fundamental ou em cursos universitários.
Outra alternativa de trabalho seria a de gerenciar acervos e mostras em centros culturais ou fundações.

FORMAÇÃO EM ARTES


O tempo médio de um curso superior em artes plásticas é de quatro anos. As faculdades costumam exigir exames de aptidão aos candidatos e, uma vez selecionados, irão estudar matérias ligadas à área de humanas, como filosofia, estética, sociologia e comunicação, além de história da arte, é claro, com suas inúmeras escolas através do tempo.

Como é de praxe, hoje em dia, na maior parte dos cursos universitários, o aluno terá de apresentar uma monografia final. Não esquecendo que, em se tratando de artes plásticas, as oficinas e os horários dedicados ao trabalho prático serão bem mais importantes e necessários
.
É aconselhável ainda uma pós-graduação em artes orientadas para as novas tecnologias de produção de imagens, que dará ao futuro profissional uma maior capacidade e competência para atuar no mercado de multimídia, bastante em alta por conta do aumento do número de sites na internet.

Fonte: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

0 comentários:

Postar um comentário