BLOG CARLOS RIBEIRO

BLOG CARLOS RIBEIRO

terça-feira, 21 de março de 2017

Ação marca o 'Dia Internacional da Síndrome de Down' em Cabo Frio, RJ





Fonte: G1

Programação é às 19h de terça (21) no shopping, na Av. Henrique Terra.

Evento conta com exposição de fotos, apresentação de dança e show.





Um shopping de Cabo Frio, na Região dos Lagos do Rio, realiza nesta terça-feira (21) uma ação para marcar o Dia Internacional da Síndrome de Down. Exposições de fotos, apresentações de dança das crianças da Apae e show vão marcar o evento. A exposição fotográfica permanece no shopping, na Avenida Henrique Terra, Portinho, até 23 de abril. A ação é gratuita.

A apresentação das crianças acontece a partir das 19h na praça de eventos do shopping. Além disso, a cantora Juliana Feliciano vai apresentar um pocket show (um show de menor duração). Durante o dia, a exposição de fotos "Meu lindo mundo down", com imagens de assistidos pela Apae, vai estar montada no local.

O dia 21 de março é considerado o Dia Internacional da Síndrome de Down em 193 pessoas e faz parte do calendário da Organização das Nações Unidas (ONU).

Dia 21 de março é o “Dia Nacional da Síndrome de Down”. Data importante para pensarmos e nos atualizarmos sobre o tema, e deixarmos de lado velhos estigmas. Antigas ideias de que o portador de Síndrome de Down é uma pessoa completamente depende de outra, incapaz de ter suas próprias escolhas, uma carreira profissional, bem como ter uma vida independente, optar por casar ou não, ter filhos ou não. São alguns pensamentos que, por mais que pareçam inocentes, acabam por dificultar o acesso do portador da síndrome a uma rotina próxima de quem não a tem. Confira a entrevista com a médica psiquiatra, da Associação Catarinense de Psiquiatria, Joana Pargendler, e reflita sobre qual a sua postura diante dessa realidade.
Hoje em dia qual a expectativa de vida do portador de Síndrome de Down?
Houve aumento importante da expectativa de vida de portadores da Síndrome de Down. De acordo com a Organização Mundial de Saúde, no início do século passado a expectativa de vida era de cerca de 10 anos de idade. Hoje em dia, estima-se que 80% dos portadores da síndrome viva além dos 50 anos de idade. Atualmente a Medicina trata de forma mais eficaz as comorbidades, quer dizer, outras doenças que podem acometer os portadores dessa síndrome. Algumas doenças ocorrem com mais frequência em portadores de Síndrome de Down do que na população geral, como cardiopatias, por exemplo, que podem ocorrer em até 50% dos casos. Além disso, hoje sabemos da importância da estimulação precoce nesses casos para um melhor o desenvolvimento psicomotor, cognitivo e melhor qualidade de vida, o que também deve contribuir para o aumento da expectativa de vida. São diversos os profissionais que podem contribuir para essa estimulação: fisioterapeutas, fonoaudiólogos, terapeutas ocupacionais. Outros profissionais também podem ser envolvidos com a estimulação na infância e adolescência, como pedagogos por exemplo. A avaliação e acompanhamento médico são fundamentais. Podem ser necessárias avaliações de diferentes especialidades médicas dependendo do caso. O Pediatra ou o Médico de Família podem fazer os encaminhamentos necessários.
- Como a sociedade deve agir para que o portador de Síndrome de Down tenha um dia a dia próximo ao de alguém sem a síndrome?
O Principal é combater o preconceito. Muito mais que portadores de Síndrome de Down, estamos falando de pessoas que enfrentam dificuldades por causa da Síndrome, mas que têm outros aspectos de sua vida que não são afetados. É importante que na vida dessas pessoas não exista apenas o tratamento e a escola, ou trabalho, mas que ela e sua família possam se integrar em outras atividades inerentes a vida de todos, como por exemplo, ir à Igreja, a comunidade escolar, etc. Precisamos acolhê-los cada vez mais nesses contextos, evitando seu isolamento.
- Por que ainda se pensa que um portador de Síndrome de Down não pode casar, ter filhos ou morar sozinho?
Acredito que isso ocorre, porque o prognóstico da Síndrome de Down melhorou bastante em um período curto de tempo. Quer dizer, atualmente muitos portadores da síndrome se desenvolvem a ponto de terem esse grau de autonomia, o que não ocorria até há alguns anos. Além disso, muitas pessoas costumam infantilizar os portadores da Síndrome de Down, tendendo a ignorar a sua sexualidade, inclusive para as famílias deles lidar com esse assunto pode ser muito difícil. Portanto nem todos evoluem tão bem, mas é possível sim. Mas sempre o apoio da família é fundamental.
- Quando os pais descobrem que seu filho tem Síndrome de Down, quais devem ser as primeiras atitudes para que a criança tenha um desenvolvimento sadio?
Para promover um desenvolvimento sadio na criança é importante buscar orientação para iniciar a estimulação precoce, que consiste em programas de estimulação com exercícios que podem ser feitos em casa pela própria família, ou também com a ajuda de profissionais. O fortalecimento do vínculo pais-bebê parece ter papel importante nos resultados dessa intervenção. Hoje, sabe-se que o início precoce da estimulação melhora muito o desenvolvimento da criança portadora de Síndrome de Down. Além disso, é importante iniciar o acompanhamento com equipe interdisciplinar, o que também vai ser fundamental para um bom desenvolvimento da criança e do adolescente.
- Quais os principais desafios dos profissionais que trabalham com pacientes com Síndrome de Down, como é o caso dos Psiquiatras?
A questão da inclusão escolar tem causado polêmica e precisa ser mais discutida pela sociedade. Nosso desafio atual é trabalhar para que haja inclusão sem que haja prejuízos para a estimulação dos portadores de Síndrome de Down, bem como em outras situações em que está prevista a inclusão em escolas. Para isso precisa haver capacitação adequada dos professores. Também é muito importante o apoio especializado no que for necessário.


21 de Março Dia Mundial da Infância...




Respeito são melhor compreendidos pelos pequenos por meio de atitudes que os pais tomam no dia-a-dia

Dia 21 de março foi oficializado como o Dia Mundial da Infância. Quando pensamos no Brasil especificamente, essa data tem sua importância consideravelmente elevada, basta lembrarmos que, em 2012, mais de quatro milhões de crianças entre 5 e 17 anos trabalhavam, e mais de meio milhão ainda estão fora da escola.



A primeira fase de vida é fundamental para o desenvolvimento e tem um impacto importante na situação social, psicológica e econômica da criança. A educação infantil tem uma grande importância para desenvolvimento da criança, por isso temos que considerar o verdadeiro papel da escola e de seus educadores no processo educativo.




Durante a infância, a criança precisa ser estimulada brincando, cantando e falando, além de receber atendimento em saúde, educação e apoio afetivo da sua família e de serviços públicos competentes.





Falar sobre valores éticos e morais com uma criança parece tarefa complicada. Afinal, de que maneira ela conseguiria compreender que corrupção, desonestidade, egoísmo e ganância são atitudes que podem prejudicar as pessoas ao redor - e por isso devem ser evitadas? Esse tipo de ensinamento se dá melhor por meio do exemplo e das atitudes corriqueiras e cotidianas dos pais, sem a necessidade de "discutir a relação" para determinar o que é certo e errado.

Nessa Terpça feira (21), data em que é comemorado o Dia Mundial da Infância, vale refletir sobre os valores que influenciam a formação dos pequenos e que também impactam a fase adulta. São eles, além de outros fatores, que determinam uma infância plena, segura e feliz. A data, instituída pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância e Juventude, tem como objetivo celebrar e garantir direitos fundamentais das crianças, para que elas se realizem como pessoas e cidadãs no convívio social.

domingo, 19 de março de 2017

19 de Março – Dia de São José...



José é um personagem célebre do Novo Testamento bíblico, marido da mãe de Jesus Cristo. Segundo a tradição cristã, nasceu em Belém da Judeia, no século I a.C., era descendente do rei Davi de Israel. No catolicismo, ele é considerado um santo e chamado de São José.
Segundo a tradição, José foi designado por Deus para se casar com a jovem Maria, mãe de Jesus, que era uma das consagradas do Templo de Jerusalém, e passou a morar com ela e sua família em Nazaré, uma localidade da Galileia. Segundo a Bíblia, era carpinteiro de profissão, ofício que teria ensinado seu filho.
São José é um dos santos mais populares da Igreja Católica, tendo sido proclamado “protetor da Igreja Católica Romana”; por seu ofício, “padroeiro dos trabalhadores” e, pela fidelidade a sua esposa, como “padroeiro das famílias”, sendo também padroeiro de muitas igrejas e lugares do mundo.
Quando Jesus tinha dois anos, José foi novamente avisado por um anjo que deveria fugir de Belém para o Egito, porque todas as crianças do sexo masculino estavam sendo exterminadas, por ordem de Herodes.
José, Maria e Jesus fugiram para o Egito e permaneceram lá até que um anjo avisasse da morte de Herodes.
Acredita-se que José tenha morrido antes da crucificação de Cristo, quando este tinha 30 anos.
Para os agricutores hoje é dia de experiência de chuva. Segundo eles, se hoje, dia 19, chover, o resto do ano será “bom de inverno”

19 DE MARÇO COMEMora O DIA DO ARTESÃO...



A tecnologia trouxe muitas modificações na vida das pessoas, muitas profissões ficaram ultrapassadas e até mesmo acabaram ou foram substituídas, mas existem outras que permanecem mesmo com o passar dos anos e com toda inovação trazida pela tecnologia justamente por sua peculiaridade. Uma dessas profissões é a de artesão
.

 

O principal motivo dessa profissão ainda existir, e com muita força é em função da cultura de cada região, tanto em nosso país como em várias partes do mundo. 

A palavra “artesão” significa “indivíduo que pratica arte ou ofício que dependem de trabalhos manuais”, isto quer dizer que qualquer peça produzida pelo artesão é única e foge de qualquer processo de produção em série realizado por indústrias.


quarta-feira, 8 de março de 2017

Dia Internacional da Mulher, 8 de Março...




Dia da Mulher na ONU

A data de oito de março é celebrada em muitos países ao redor do mundo para reconhecer conquistas de direitos e fortalecer reivindicações, independente de diferenças étnicas, linguísticas, culturais, econômicas ou políticas. Momento de relembrar lutas e realizações, e inspirar futuras gerações de jovens meninas.




Em 1975, o ano foi designado pela Organização das Nações Unidas (ONU) como o Ano Internacional da Mulher e o dia 8 de março, Dia Internacional da Mulher. Dois anos depois, em dezembro de 1977, a data foi adotada oficialmente, em assembleia geral entre os países membros. O objetivo era reconhecer o papel das mulheres nos esforços de paz e desenvolvimento e pedir o fim da discriminação e apoio para o aumento da participação plena e igualitária da mulher em diferentes áreas de atuação na sociedade.


Origem do Dia Internacional da Mulher



Antes disso, porém, as primeiras manifestações em favor de uma data surgiram pela primeira vez em movimentos de trabalhadoras na virada do século XX na América do Norte e também na Europa.

Nos Estados Unidos, data de 1909 o primeiro Dia Nacional da Mulher, em 28 de fevereiro. Na época, o então Partido Socialista da América marcou este dia em homenagem a greve de 1.908, de trabalhadores do setor têxtil, em Nova York. Na ocasião, mulheres protestaram contra péssimas condições de trabalho.

No ano seguinte, em 1910, em Copenhague, Dinamarca, o encontro Socialista Internacional estabeleceu um Dia da Mulher, de caráter internacional, para homenagear o movimento pelos direitos das mulheres. A proposta foi recebida com aprovação unânime pela conferência de mais de 100 mulheres de 17 países.

Como resultado da iniciativa, em 1911, o Dia Internacional da Mulher foi marcado pela primeira vez para 19 de março em países como Áustria, Dinamarca, Alemanha e Suíça. Além do direito de votar e ocupar cargos públicos, foi reivindicado o direitos das mulheres ao trabalho e à formação profissional.

Entre os anos de 1913 e 1914, o Dia Internacional da Mulher tornou-se também um mecanismo para protestar contra a Primeira Guerra Mundial, como parte do movimento pela paz. Mulheres russas viveram pela primeira vez o Dia Internacional da Mulher no último domingo de fevereiro. No resto da Europa, por volta de 8 de Março do ano seguinte, as mulheres fizeram manifestações para protestar contra a guerra e expressar solidariedade a outros movimentos locais, como anos depois a revolução russa de 1917.


Igualdade de gêneros



Assinada em 1945, a Carta das Nações Unidas foi o primeiro acordo internacional para afirmar o princípio da igualdade entre homens e mulheres. Desde então, há esforços para criar um legado histórico de estratégias globais, normas, programas e metas para melhorar o status das mulheres no mundo.


O empoderamento do público feminino continua sendo um elemento central dos esforços da ONU (un.org/womenwatch/history) para enfrentar os desafios sociais, econômicos e políticos no mundo.






Mulher: Você é a poesia, a harmonia, o sonho, a fibra, a luta, a vitória.

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Carmen Miranda, a cantora que é uma marca brasileira no mundo...

Hoje Carmen Miranda estaria fazendo 108 Anos  de vida!

Carmen Miranda

Poucas figuras no cinema e na música são mais emblemáticas do que a de Carmen Miranda. Vestidos coloridos, chamativos. Chapéus extravagantes, decorados com frutas e badulaques. Um jeito único de dançar: engraçado e ao mesmo tempo sensual, com as mãos para o alto ou segurando as saias. Carmen, que nasceu em Portugal, e emigrou para o Brasil antes de completar um ano de idade, está, sem dúvidas, no rol dos brasileiros mais conhecidos do mundo. Nesta quinta-feira, 108 anos atrás, a atriz, cantora e dançarina nascia.


Quem foi 

Carmen Miranda da Cunha nasceu no ano de 1909, em Portugal. Com 2 anos de idade, junto com sua família, veio morar no Brasil. Desde a infância, demonstrava muito interesse e talento para a música e dança.

Biografia resumida e carreira Artística 

Aos 20 anos de idade, Carmen Miranda começou sua gloriosa e curta carreira de cantora e atriz. Porém, gravou seu primeiro disco somente aos 30 anos de idade. Nesta época, final da década de 1930, fez muito sucesso nas emissoras de rádio do Brasil.

Devido ao grande sucesso, foi levada para os Estados Unidos, por um empresário norte-americano. Nesta fase da vida, fez um grande sucesso, representando em suas músicas e danças, aspectos da cultura tropical do Brasil. Apresentava-se com roupas coloridas, enfeites e chapéus com frutas tropicais. Sua imagem representava uma típica baiana.

Não demorou muito e Carmen Miranda foi parar nas telas de cinema de Hollywood. Atuou em vários filmes como, por exemplo, Serenata Tropical e Uma Noite no Rio. 

Morreu de problemas cardíacos, em 1955, sendo sepultada na cidade do Rio de Janeiro. Deixou, como legado, sua imagem alegre que é, até os dias de hoje, resgatada no mundo artístico e cultural brasileiro.





quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

  2 de Fevereiro de 2017 (Quinta-feira)...





Iemanjá, também conhecida como "Rainha do Mar" é um orixá africano, e faz parte da religião do candomblé e de outras religiões afro-brasileiras. O Dia de Iemanjá é a maior festa de Iemanjá, onde milhares de pessoas se vestem de branco e vão às praias depositar oferendas, como espelhos, jóias, comidas, perfumes e outras objetos.

Origem do Dia de Iemanjá

Inicialmente, o Dia de Iemanjá era comemorado em conjunto com a Igreja Católica, porque o 2 de fevereiro também é dia de Nossa Senhora da Conceição. Porém, nos anos 60, houve uma reação da Igreja, que começou a considerar a celebração um culto pagão. Atualmente, a data conta com devotos do candomblé e da umbanda, em sua maioria.
No dia de Iemanjá também é celebrado o Dia de Nossa Senhora dos Navegantes, uma santa católica. No Rio Grande do Sul e em Santa Catarina ainda existe esse sincretismo entre Iemanjá e Nossa Senhora dos Navegantes. No Rio de Janeiro Iemanjá é sincretizada com Nossa Senhora da Glória.

História de Iemanjá

Iemanjá é também conhecida por YemanjáIyemanjáYemayaYemoja ou Iemoja. O nome Iemanjá é derivado da expressão Iorubá, que quer dizer "mãe cujos filhos são peixes".
Iemanjá era a orixá de uma nação iorubá, os Egba, que viviam inicialmente em um local no sudoeste da Nigéria, entre Ifé e Ibadan, onde há um rio chamado Yemanjá. No século XIX, por causa das guerras entre povos iorubás, os Egba foram obrigados a se afastar do rio Iemanjá e passaram a viver em Abeokuta. No entanto, continuaram cultuando a divindade, que segundo a tradição, passou a viver em um novo rio, o Ògùn.

Dia de Iemanjá na Umbanda

No Brasil, o Dia de Iemanjá pode ser comemorado em dias diferentes dependo do estado. Embora o principal seja o dia 2 de fevereiro, em São Paulo a comemoração é no dia 8 de dezembro, e no Rio de Janeiro é muito celebrada no dia de Ano Novo, com vários rituais de Passagem de Ano.


segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

DIVULGANDO ARTE E CULTURA.....









Deseja a todos um ano maravilhoso com muitas realizações de sucesso.
Mario Capelluto  - Diretor Presidente
  Embaixador Universal da Paz France-Suisse - 
Comendador - Marchand - Curador
sabercultural@globo.com

quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

Dia 8 de Dezembro - Dia Internacional da Família...





Como Nossa Família é Importante
A nossa família é o bem mais precioso que temos.

Principalmente os nossos pais, não importa se são nossos pais de verdade, ou se são pais que adotaram você. O que importa é que eles te amem, te passem tudo que aprenderam nessa vida.

cats


Nossos pais merecem todo respeito e carinho do mundo.


Pois são eles quem nos dão tudo aquilo que temos e estão
sempre se esforçando para nos dar aquilo que queremos. 

Aprenda a dar valor a essas pessoas tão especias, que tem um amor enorme por você.

Retribua tudo que eles te dão, com carinho, amor, felicidade,
pois esses são os presentes que os nossos pais mais querem.



A família é um grupo social composto por pessoas, sendo formada por seus ancestrais bem como pelos laços de afetividade entre ambos.
É o primeiro contato social de uma criança, onde aprende a conviver com outras pessoas, a respeitar regras, a se comportar bem, a respeitar seu próximo e a desenvolver sentimentos como: afeto, carinho, amor, proteção dentre outros.
Porém, em virtude de várias famílias não conseguirem manter seus laços, suas raízes e seus princípios, mas por ser muito importante para a formação moral das pessoas, foi merecedora de ganhar um dia especial, que foi definido pela Assembleia Geral da ONU (Organização das Nações Unidas), onde esta aclamou o dia 15 de maio como o dia internacional da família, em 1993.
A intenção da criação desta data foi a de mostrar para a sociedade civil os maiores problemas que afligem a vida familiar, o seu dia a dia, ajudando as mesmas a enfrentá-los e resolvê-los de forma mais harmoniosa possível.
Além disso, é importante que valores humanos, bem como de religiosidade, sejam implantados dentro das mesmas, a fim de garantir a ordem, o respeito e a amizade dentro dos ambientes familiares.
Com a modernidade, a independência da mulher e a conquista da liberdade da mesma, as famílias mudaram seus padrões, não são mais constituídas por um pai - chefe da casa - e por uma mãe, do lar. Os modelos familiares de hoje trazem um casal que compartilha as responsabilidades, sendo que o homem também executa tarefas domésticas e a mulher ajuda na parte financeira da casa.
No Brasil, a comemoração ao dia da família passou a ser feita em oito de dezembro de 1963, conforme disposto pelo governo federal do então presidente da república João Goulart, a fim de que seus integrantes pudessem se reunir, garantindo maior união entre os mesmos.