BLOG CARLOS RIBEIRO

BLOG CARLOS RIBEIRO

segunda-feira, 4 de março de 2013

AfroReggae faz aula inaugural da Faetec Bacaxá


 
 
A Escola Técnica Estadual de Bacaxá (Faetec) abre seu ano letivo no dia 4 de março com uma proposta inovadora: uma aula inaugural promovida pelo grupo cultural AfroReggae. O evento acontece de 14h às 16 horas, aberto aos alunos da unidade.
 
A aula inaugural faz parte do projeto "Comandos", um círculo de debates que reúne ex-integrantes de facções do narcotráfico do Rio de Janeiro e que hoje são atuantes nos projetos sociais do AfroReggae em parceria com a Polícia. Segundo os organizadores, o diálogo se torna possível a partir de um trabalho social sólido e o desejo de transformação. A ideia do grupo é colocar frente a frente os personagens que protagonizaram os alvoroços do tráfico, para contarem as histórias de criação desses comandos, a dinâmica adotada por cada grupo, suas experiências e as principais diferenças entre eles. A partir daí são apresentadas visões de mundos opostos que se unem pela crença na educação e transformação social, a partir das experiências refletidas nas histórias de vida.
 
A Faetec de Bacaxá está em funcionamento desde dezembro de 2011. Sob a direção de Sandra Sant'Anna, a escola oferece cursos de Eletromecânica, Edificações, Hospedagem, Meio Ambiente, Petróleo e Gás, Segurança do Trabalho, Meio Ambiente e Edificações, além dos cursos extras de Inglês, Espanhol e Informática. A grande novidade para 2013 é a instalação dos cursos de nível superior, que já estão na programação do presidente da Faetec, Celso Pancera.
 
"A Faetec veio para fazer jus à sua proposta, que é de oferecer educação profissional gratuita em diversos níveis de ensino, apresentando de modo primordial a educação técnica como um pilar relevante na formação do indivíduo. Nós começamos do nada, foi como dar vida a uma pedra e fazer com que essa vida funcionasse. Em dezembro de 2011 entrei para a direção após terminar a gestão da Escola Municipal Castelo Branco. Fico feliz pelo reconhecimento da comunidade, dos professores, dos alunos e de seus familiares", disse Sandra Sant'Anna.

Fonte: Camilo Mota / Regina Mota

0 comentários:

Postar um comentário